Quinta-feira, 16 de Agosto de 2012
A ver o Nélson Oliveira (1)
por Filipe Boto Machado, Qui 16/Ago/12

No primeiro jogo como titular na Selecção Nacional, Nélson Oliveira marcou um golo, um grande golo, à ponta-de-lança. Ele não, peço desculpa pelo lapso. Quem marcou o golo foram os adeptos do Benfica, a comunicação social, as capas d’A BOLA, Paulo Bento, LFV, as quotas do Benfica na Selecção, o sistema, etc. Que grande golo que todos nós marcámos! Foi só um golo que marcámos num amigável frente ao Panamá, mas, para primeiro jogo a titular e sendo o Nélson tão tosco, tivemos grande mérito no movimento que o levámos a fazer. Conseguimos fazer com que o Nélson dominasse a bola de costas para a baliza, se virasse, aguentasse a carga enquanto corria com a bola e rematasse forte e colocado.

 

Desde meados de Maio, quando saiu a convocatória para o Euro 2012, que se assistiu, por parte dos adeptos dos nossos adversários, principalmente os calimeros, ao lançamento da campanha “o Nélson Oliveira é um flop que não merece lugar na Selecção Nacional”. O rapaz fez 20 minutos minutos em cada jogo no Europeu, mas, como não fez golos, logo surgiram críticas oportunistas na blogosfera lagarta. Basta dar um salto ao “És a nossa fé” para ver a quantidade de posts escritos (dezenas), promovendo a campanha acima referida. Para eles, estava provado que o Nélson Oliveira não valia nada, estava na Selecção a cumprir a quota do Benfica e não devia ter sido convocado. Não interessava se era jovem, qual a concorrência que tinha no seu clube, nem a crónica ausência de avançados no futebol português, o Nélson não jogava um chavelho, não tinha feito golos e iria continuar sem os fazer. O Nélson Oliveira não podia ser bom porque tinha sido formado no Seixal.

Ontem, muita gente deve ter ficado com uma azia desgraçada, pois Paulo Bento, cumprindo a quota de jogadores do Benfica emprestados a outros clubes, decidiu apostar no Nélson Oliveira e as coisas, por milagre, correram bem. Quem viu o jogo de forma isenta sabe que o Nélson Oliveira fez mais coisas boas do que o golo que marcou. Entre outras coisas, isolou duas vezes Cristiano Ronaldo em lances que não terminaram em golo devido a duas boas defesas do guarda-redes. Também errou. Falhou um golo que tinha obrigação de marcar pouco depois de inaugurar o marcador. Em suma, ontem, o Nélson Oliveira foi o jogador que os benfiquistas conhecem. Fez coisas boas e coisas más. Mostrou que tem potencial, mas que também precisa crescer para deixar de ser promessa e passar a certeza. Ainda assim, provou que tem lugar na Selecção, pelo menos, como 3ª opção para a o ataque. Vamos ver o seu desempenho este ano no Corunha e como vai evoluir. Não espero que marque tantos golos quantos os posts que lhe dedica a blogosfera lagarta por cada participação sem golos, quero apenas que se torne melhor jogador para regressar à Luz na próxima época para confirmar o valor que benfiquistas, comunicação social e Paulo Bento acreditam que ele tem. O futebol português já teve muitas promessas que deram em grandes jogadores e outras que deram em flops. O Nélson Oliveira deveria ser apenas mais um jogador em um dos grupos. No entanto, seja qual for o seu futuro, o Nélson Oliveira ficará para a história como o primeiro jovem jogador português que, sem o benefício da dúvida, tentaram rotular de flop antes de o ser.

 

No dia 1 de Julho 2012 escrevi que o Nélson havia de responder com golos ao veneno que os calimeros expeliram desde que tiveram conhecimento da sua convocatória para o Euro-2012. Aqui fica a primeira resposta do Nélson Oliveira a este tipo de posts:

 

http://sporting.blogs.sapo.pt/275174.html

 

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo
6 comentários:
Pedro G.
Chapada de luva branca nos eternos defensores de chamadas a selecção de flops como Carlos Saleiro. Continua assim!

deixado em 16/8/12 às 20:53
responder a comentário

Karl
Independentemente de que clube um jogador pertence, qd está ao serviço da selecção, ele é um jogador português! Depois neste caso especifico, a realidade é que estão a criar um mito que não existe... É só por ser um jogador do clube de carnide . O golo que marcou pareceu mais um chouriço que intenção de colocar a bola aonde colocou, e engraçado é não referirem que minutos depois, isolado falha um golo certo.... Até parece um gajo que marcava golos difíceis e falhava os mais fáceis! É um tal de postiga , mas como não milita, nem nunca militou no clube do outro, nunca foi bom, nem será eheheh
Concluindo, nem o Oliveira, nem o postiga são fora de serie, um teve oportunidade e nunca chegou a ser especial, o outro é novo, querem um mito, mas vai pelo mesmo caminho...
É um djaló mais claro e com as orelhas maiores.

deixado em 22/8/12 às 08:53
responder a comentário | discussão

A ansiedade para deitar o Nélson abaixo é tanta que nem leu bem o post. Eu referi que o Nélson falhou um golo fácil: "Falhou um golo que tinha obrigação de marcar pouco depois de inaugurar o marcador". Claro que, quem quiser continuar a acreditar que o Nélson é um flop, vai falar que essa falha demonstra a sua incapacidade e o grande golo não passou de um grande chouriço. No entanto, como disse no post que escrevi, para mim, essa falha, bem como outras, demonstram que o Nélson Oliveira ainda tem um caminho a percorrer até confirmar todo o potencial que o golo e outra coisas boas que fez indicam. Pode querer muito que o Nélson Oliveira seja outra Djaló ou Postiga, como deve querer que o Capel seja outro Futre, mas não basta querer...

deixado em 22/8/12 às 23:59
responder a comentário | início da discussão

S. Barros
Caro catedrático,

Vi todos os jogos de Portugal no Europeu deste ano e no mundial de sub-20 do ano passado e, por isso, torci sempre para que este jovem jogador se afirmasse no Europeu em detrimento das nódoas Almeida e Postiga e nos desse um golito que fosse de presente.
Tal não sucedeu mas a qualidade ficou bem à vista, sendo provavelmente reconhecida no futuro próximo com o seu contributo no campeonato de Espanha.
Fico feliz por ele como fiquei sempre que ele entrou ao serviço da selecção. Fico triste por si, pois dá pena vê-lo sentir-se enrolado por um treinador que amor ao SLB só tem pelo ordenado.
Pode-se revelar clubismo nos comentários sem ser deselegante nem malcriado, pois na verdade a grandeza dos clubes constrói-se antes de mais na das pessoas que o alicerçam e não em canecos.
Embora não o imagine electricista, para comparar a dor pode sempre apagar a luz, abrir o chuveiro e imaginar o AVB e os outros cepos tripeiros a festejar desalmadamente pela Catedral, noite dentro.
Comparado com isso a dor da partida do Nélson é bastante menor.
Vamos então deixar de ser preconceituosos com clubes tão rasteiros, segundo a sua superior opinião, mas a quem dá tanta importância quando se trata de bola. Boa? Boa!
Saudações Benfiquistas

deixado em 22/8/12 às 23:22
responder a comentário | discussão

Caro iluminado,

O seu comentário está cheio de indirectas que fazem pouco sentido.
Pelo seu comentário, aparentemente, pensa que eu até gosto do treinador do Benfica. Nada de mais errado. Basta ver os posts que já escrevi. Por elogiar o golo que Nélson Oliveira, defender um jogador do Benfica que tem sido fortemente atacado como não há memória pelos nossos adversários e denunciar todas as críticas que outros lhe fazem significa que estou a ser enrolado por JJ? Elogio o golo porque foi um grande golo; defendo o Nélson Oliveira porque não gosto daquilo que os nossos adversários têm dito injustamente acerca dele; denuncio o que se tem escrito negativamente porque espero que os outros assumam o que escrevem sobre o Nélson e julgo que há coisas que devem ficar devidamente registadas.
Fala em comentários deselegantes. Estará a falar deste post? Onde está algo deselegante ou "mal criado"? Deselegante para um benfiquista é o seu comentário, pois parece que se sentiu ofendido por eu defender um jogador do Benfica e denunciar as calúnias que se têm dito acerca dele.
A história da luz e do electricista é absolutamente absurda. Não fui eu que a desliguei nem abordei o tema, pelo que chamá-lo para aqui é completamente despropositado para um alguém que se diz benfiquista.
Por fim, o post não se dirige ao Sporting nem ao Porto. O post diz respeito ao Nélson Oliveira, ao golo que fez e ao injusto massacre que tem sido alvo por parte dos nossos adversários. Defende-lo é um acto benfiquista. Deixar passar sem qualquer comentário esta perseguição pode ser distracção. Criticar que alguém defenda um jovem jogador do Benfica de comentários mesquinhos de outros clubes é uma atitude, no mínimo, estranha para quem se diz benfiquista.

SB,

deixado em 22/8/12 às 23:52
responder a comentário | início da discussão

Não é assim pá!

Quem não joga um chavelho é o Postiga. O Nelson Oliveira não joga é um Pinchavelho.

deixado em 23/8/12 às 00:37
responder a comentário

Comentar post

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Muy grandioso

Futebol dos anos 80

Jogos que não se esquecem

1988: Benfica a preto-e-b...

Inferioridade numérica

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
20 comentários
19 comentários
16 comentários
16 comentários
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds