Quinta-feira, 6 de Dezembro de 2012
Tivemos o que merecemos
por Filipe Boto Machado, Qui 06/Dez/12

Sejamos francos, tínhamos o Barcelona no grupo, mas estava claramente ao nosso alcance passar em 2º lugar. Celtic e Spartak não são equipas de oitavos-de-final da Champions. Não passámos porque fomos incompetentes.

Começámos com um empate em Glasgow. Não sendo um resultado espectacular, no contexto em que foi alcançado, com Witsel e Javi Garcia acabadinhos de serem transferidos, não foi nada mau. No jogo seguinte recebemos o Barcelona, mas não quisemos nada com o jogo. JJ decidiu encarar a derrota naquele jogo como um inevitável destino. A fechar a primeira volta fomos a Moscovo perder com o Spartak, hipotecando as nossas aspirações de passar à próxima fase. Só não foi pior porque na mesma jornada o Barcelona venceu o Celtic no último minuto do jogo. Nos dois jogos seguintes cumprimos a nossa obrigação, vencendo em casa Spartak e Celtic, só que nas contas de JJ estavam vitórias do Barcelona em todos os jogos e isso não aconteceu em Glasgow, onde o Celtic venceu os espanhóis. A última jornada reservava-nos a temível visita a Camp Nou. No entanto, Tito Vilanova decidiu "dar-nos" uma mãozinha, colocando em campo uma equipa ao alcance do Benfica. Ainda assim, o Benfica não foi capaz de vencer o jogo. O Celtic cumpriu a obrigação de vencer em casa o Spartak e nós fomos empurrados para a Liga Europa.

Ontem, criámos cerca de meia dúzia de claríssimas oportunidades de golo. No entanto, não conseguimos concretizar uma única dessas oportunidades! Ao intervalo já podíamos estar a vencer por dois ou três golos de vantagem. Na segunda parte, embora tendo sido menos produtivos, tivemos oportunidades suficientes para a história final ser outra, mas não fomos capazes de fazer golo. Não foi falta de sorte, foi incompetência. Falhámos demasiados golos para uma equipa que quer passar a próxima fase da Liga dos Campeões. A entrada em campo de Bruno César foi o primeiro sinal de que não merecíamos melhor sorte (o homem não joga absolutamente nada...). O lance final, com Maxi Pereira a rematar a bola dois metros acima da trave, foi a evidência que confirmou que este ano não merecíamos passar à próxima fase. Com tanta incompetência frente à baliza, só passaríamos à próxima fase se o Spartak fizesse o trabalho por nós. Podia ser essa a pontinha de sorte de que falava JJ, mas eu digo que isso já seria pedir demasiado. Na minha opinião, tivemos tudo para passar à próxima fase, mas os toscos escoceses foram muito mais ambiciosos, corajosos e competentes. Temos melhor equipa, mas não o provámos nas diversas oportunidades que tivemos.

 

PS 1: Só espero que a passagem para a Liga Europa, com o consequente aumento do número de jogos possíveis a fazer nas competições europeias (para quem não sabe, a Liga Europa tem mais uma eliminatória do que a Liga dos Campeões), não sejam desculpa para maus resultados nas competições internas. Estou farto dessa desculpa.

 

PS 2: Estes jogos mostram-nos que jogadores são capazes de jogar a um nível superior. Ontem, Artur, Ola John e Garay mostraram ter capacidade para jogar a um nível muito alto. Outros como Bruno César demonstraram todas as suas limitações.

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo
8 comentários:
Rafael Ortega
Quando se perde com uma das equipas mais fracas da Liga dos Campeões dá nisto. A eliminação não foi ontem, foi na derrota estúpida com os cepos do Spartak.

Já se tinha visto contra o Celtic e contra o Olhanense que a eficácia anda muito em baixo. Precisar de dez remates para fazer um golo é absurdo.

Ontem contra o Barcelona, que normalmente não tem grandes defesas, e que jogou com uma defesa remendada, falharam golos que não se podem falhar.

Esperemos que na 2ª feira a pontaria seja melhor.

deixado em 6/12/12 às 13:32
responder a comentário

Excelente análise Filipe.

Resta dizer que as substituições de Jesus ontem foram patéticas. Não só a entrada do Bruno César, que neste momento não teria lugar na equipa b (o que anda a fazer lá Miguel Rosa), a entrada do André Almeida foi um sinal para a equipa: defendam o empate. Enfim.

Esperemos melhor sorte na Liga Europa, mas sobretudo, que sejamos campeões, que é o que interessa.

deixado em 6/12/12 às 13:35
responder a comentário | discussão

Sem dúvida Nuno. Ontem, JJ não acertou uma substituição. Porque motivo Cardozo não jogou a titular e entrou quando o Benfica tinha menos bola? Para explorar o contra-ataque através da sua velocidade? Sou um admirador de Cardozo e nunca me passaria pela cabeça colocá-lo em campo ontem.

Neste post procurei ser objectivo e não ir aos detalhes. Se fosse também podia ter abordado o facto de não termos criado perigo de bola parada frente a um Barcelona de anões ou ainda aquele golo de canto sofrido em casa frente ao Celtic, onde a falta de dedo do treinador ficou à vista de qualquer pessoa que perceba um pouco de futebol. Se há coisa em que se nota o trabalho do treinador são as bolas paradas. Nesse aspecto, estivemos muito fracos nesta Liga dos Campeões.


Não tivemos qualidade para passar. E Jesus teve culpa.

No entanto, também noto alguns sinais positivos: desta vez não teve receio de lançar jovens em jogos destes: André Almeida e André Gomes, por exemplo. Não arriscou jogar com jogadores ainda em recuperação (não sei se será o caso, mas talvez noutras alturas Enzo Perez e Sálvio fossem lançados), e penso que Jesus considerou que o jogo contra o Sporting mais importante do que este. Pelo menos espero que tenha sido assim. Esperemos que sejam sinais positivos para o resto da época e que Jesus tenha aprendido com os erros do passado, quando a equipa estourava em Março. Vamos ver.

deixado em 7/12/12 às 10:15
responder a comentário | início da discussão

Aquifolivm
O Benfica não passou porque o Celtic sem saber ler nem escrever conseguiu a proeza de ganhar ao Barcelona. E ainda assim ganha o último jogo em casa contra o Spartak com um penalti inventado.
O Benfica empatou o primeiro jogo na Escócia, logo a seguir às saídas de Garcia e Witsel e já agora sempre que jogou com o Celtic tinha averbado derrotas esclarecedoras, logo o empate nestas circunstâncias acabou por ser um bom resultado. De resto ganhou os joga casa e só perdeu na Rússia.
Por outro lado já foi aí referido o problema atual da equipa: a falta de eficácia, algo que não se compreende de todo porque é o setor do campo em que supostamente tem mais opções mais válidas, desde logo com os dois melhores marcadores da época passa, e tendo ainda Rodrigo.
O Benfica foi a segunda equipa da Liga dos Campeões com mais cantos, o que por si só demonstra que é uma equipa muito ofensiva e rematadora, mas depois faz o mais difícil, ou seja cria imensas oportunidades de golo mas acaba por ter muita pouca eficácia, basta ver que marcou cinco golos em seis jogos, das equipas menos concretizadoras da prova.

deixado em 9/12/12 às 09:19
responder a comentário | discussão

Pedro G.
"Só perdeu na Rússia"? Valha-me Deus aceitar isso sem piar!

"O Benfica foi a segunda equipa da Liga dos Campeões com mais cantos"

Já reparou como é que nós marcamos os cantos? Sempre ao primeiro poste ou nem isso, facílimos de serem cortados pelo primeiro defesa. E isto são ordens do banco. É nestes pormenores que se vê o "dedo" de um treinador.

Tal como levar golo no 1º canto do Celtic. Nunca ninguém no mundo tinha reparado que o Celtic tinha um jogador a estorvar o G-redes enquanto o Samaras, o principal PL da equipa se posicionava no 2º poste. Ninguém viu isso. O genial só percebeu que os escoceses são "muita fortes nos cantos". Não fomos eliminados porque calhou. Fomos eliminados nos pormaiores que diferenciam um treinador em condições de um treinador banal (e ainda por cima arrogante).



Aquifolivm
Boa. A culpa do Benfica ter sido eliminado é ter o melhor treinador desde Erikson. Fica registado.
Por certo Jesus também teve culpa dos golos escandalosamente falhados em Barcelona. Certamente foram essas indicações que deu aos avançados. Enfim.
Se calhar até teve culpa do Aimar, Carlos Martins, Enzo e Salvio estarem lesionados, e com jeitinho se calhar Jesus também foi o culpado de Luisão se ter passado dos carretos e ter abalroado o árbitro alemão e ter levado dois meses de suspensão. Na volta Jesus até é culpado do Benfica ter sido roubado em Coimbra, dos penaltis que não são assinalados contra o Porto, e do penalty mal assinado que deu a passagem ao Celtic.


Caro Aquifolivm,

Tem todo o direito de ter a sua opinião, mas tenha em atenção que essa sua aparente satisfação e conforto com a eliminação do Benfica, juntamente com as desculpas dadas (o Celtic passou sem saber ler nem escrever e teve um penalti duvidoso na última jornada), são conversa à Sporting. Se houve algo que sempre nos distinguiu dos calimeros é a nossa constante insatisfação, ambição e desejo de alcançar sempre mais e melhor. Ficar satisfeito e conformado com uma eliminação num grupo com Celtic e Spartak é desejar muito pouco para o Benfica. Independentemente de se gostar ou não de JJ , julgo que devia ser fácil concluir que o Benfica tinha obrigação de fazer muito mais. De qualquer modo, espero que tenha razão e este tenha sido apenas um acidente de percurso numa época que vai terminar com muito sucesso. É tudo o que desejo.

SB,

deixado em 14/12/12 às 00:51
responder a comentário | início da discussão

Comentar post

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Muy grandioso

Futebol dos anos 80

Jogos que não se esquecem

1988: Benfica a preto-e-b...

Inferioridade numérica

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
20 comentários
19 comentários
16 comentários
16 comentários
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds