Quarta-feira, 7 de Março de 2012
Witsel, the Wonder*
por Sérgio Lavos, Qua 07/Mar/12

 

Axel Witsel nunca será Aimar. É outro jogador; mais lento, menos repentista; melhor a defender e a cobrir os espaços, mais seguro a decidir, no último passe. Witsel, passados cerca de oito meses de Benfica, está mais próximo do mestre Rui Costa do que do génio Aimar. Falta-lhe apenas - e o mais provável é nunca vir a ter - capacidade de remate. E uma visão de jogo que lhe permita fazer passes a longa distância de forma precisa. Ver, antes mesmo do seu próprio companheiro de equipa intuir o seu próximo movimento, onde haverá espaço para o desequilíbrio; e acertar.

 

Não sendo Aimar, parecendo Rui Costa, Witsel tem tudo para ser o cérebro da equipa num futuro próximo. Já partilha essa honra a espaços com Aimar. E, com este de fora, Witsel assume-se, também aproveitando as meias tintas de Gaitán, que continua a fazer uma época uns furos abaixo: toda a classe, metade da eficácia.

 

O jogo de hoje passou pela assunção de Witsel, e também pelo acerto defensivo, personalizado no carácter de Luisão, no nervo de Maxi e na surpreendente fiabilidade de Jardel - como um velho Ford com 100 000 quilómetros acumulados - e de Emerson. Sim, Emerson, que perto do fim do jogo, imitando o capitão, levantou os braços e pediu o apoio dos adeptos. Os mesmos que setenta minutos antes o tinham assobiado. Podemos não ter ainda o defesa-esquerdo de que precisamos, mas vamos a caminho de ter um homem. Demasiado tarde? O futuro a Jesus pertence. E Bruno César foi o segundo homem de meio-campo, aquele que provocou mais desequilíbrios, nos passes, na aceleração do jogo e nos remates.

 

O árbitro esteve à altura da partida, o que só prova que num mundo sem Proenças, Olegários e Xistras, ganha quase sempre a melhor equipa

 

A seguir vem o mais difícil - nenhuma das equipas que se segue será acessível, a não ser que seja o clube que eliminou a agremiação do Norte; o Apoel perdeu apenas por um golo em França e pode fazer história no Chipre. Se for assim, cá estará o Benfica. Se for o Barcelona, também. Lamento desiludir Jesus, mas equipas inglesas é que será difícil: os Manchesters foram-se, o Arsenal também e o Chelsea, depois de ter perdido 3-1 em Nápoles, também já não se está a sentir nada bem. Se for o Real Madrid, hum, melhor não pensar nisso, até porque uma final da Liga dos Campeões do outro mundo seria um Benfica-Real, evocando tempos de glória. 

 

Uma palavra final para o nosso querido emigrado Bruno Alves. No final do jogo fez nascer em mim uma furtiva lágrima. Queixou-se aos jornalistas do tratamento de requinte oferecido pelos adeptos do Glorioso. Cito-o: "Gostava de ser mais bem recebido no meu país". Shuiffff! Comovente. Vai ter outra oportunidade para breve, quando a selecção fizer o próximo jogo de preparação na Catedral. Tenho a certeza que muitos de nós irão retribuir com carinho esta pieguice chorona do carniceiro de Sampetersburgo. Milhares de assobios estão guardados para ele. Talvez assim ganhe alguma vergonha na cara, dado que respeito pelos adversários e pelo jogo não parece ter. Deixa de ser piegas, pá, e porta-te como um homem. 

 

*Alterado.

gloriosamente escrito por Sérgio Lavos
link do post | chutar para golo
14 comentários:
LeãoLisboeta
Desde já os meus parabéns aos encarnados pela passagem aos 1/4 de final da Champions. Para além desta alegria de ver uma equipa portuguesa seguir em frente numa competição europeia, cresce-me uma mágoa enorme! 50 mil adeptos assobiarem um jogador do seu país? Um jogador que dá tudo no campo, serve o seu país com garra, um dos melhores defesas centrais que portugueses. Quando se apresenta na Luz com um equipamento vermelho e verde essas mesmas pessoas que o assobiaram, pedem-lhe autógrafos e tiram fotografias... Acho que aí estão a mostrar que são um pouco reles... Estão chateados com as declarações dele? Tem que defender as cores dele meus amigos. Quem lhe paga é o Zenit e não o Benfica...

deixado em 7/3/12 às 08:31
responder a comentário | discussão

Eu não posso falar por todos os que o assobiaram, mas apenas por mim: a entrada maldosa, assassina, ao Rodrigo no jogo da 1.ª mão, somando-se a outras que ele fazia quando jogava no Porto. E se jogar pela selecção na Luz, também o assobio. O facto de ser português não desculpa ele ser um jogador maldoso em campo - e idiota fora dele, com 15 dias de declarações a menosprezar o Benfica.


M. Sampaio
entrada maldosa, sim assassina???
Sérgio Lavos a capacidade de análise chegou aí e parou.
Todas as equipas t~em jogadores assim, o SLB tem o Garcia e tem o Cardozo por ex.
Tá bem defender a tribo e os gladiadores da tribo, mas daí a fazer um comentário destes...
Eu sou adepto do SCP e acho que o Rinaudo faz muita falta... e por vezes até tenho saudades do Bastos (está recordado?)
Como é que se chamava aquele rapaz do Senegal (julgo eu) que há uns três ou quatro anos jogava no meio campo do SLB e distribuía fruta em tudo o que se mexia? (não me ocorre agora o nome)
Assassina?
Vamos com calma senão o Mozer ainda se zanga...

deixado em 7/3/12 às 17:20
responder a comentário | início da discussão

Manuel
Garra é uma coisa. Caceteiro é outra bem diferente. E o Bruto Alves é um caceteiro, sem tacto nem inteligência, criado e doutrinado à imagem de um certo caceteiro das palavras, a que alguns patetas denominam “ironia”.

deixado em 7/3/12 às 11:54
responder a comentário | início da discussão

Uiii, comparar Witsel a Rui Costa é quase crime. São jogadores consideravelmente diferentes. Rui Costa era um jogador criativo que desmontava a equipa adversária, enquanto que Witsel é um jogador mais de organização que estrutura a própria equipa. Faz-me lembrar mais o Paulo Sousa (eu sei, crime falar nele, mas sempre gostei dele como jogador) dos seus melhores tempos do que o Rui Costa.

Uma nota para um jogador que, se aprender a ganhar alguma agressividade, poderá ser um médio excelente: Matić. Tem posicionamento, leitura de jogo e capacidade de passe. Até é rápido o suficiente, mas falta-lhe a "fome" de García. Quando este se for embora no verão (a Inglaterra vai querê-lo) temos no sérvio a melhor alternativa.

deixado em 7/3/12 às 09:47
responder a comentário | discussão

Comparar, sim, mas é diferente. Posso estar errado, mas a maneira de correr e olhar o jogo de cabeça levantada é semelhante. Mas sim, há bastantes diferenças.


anónimo não é do glorioso
Gostei do meio-campo na segunda parte: Javi García, Matic e Witsel. Mais muscúlo que poderia ter sido muito útil noutras ocasiões, se o JJ não vivesse para a nota artística (Aimar, Gaitán, Nolito, Rodrigo, Bruno César). Não esquecer que há pouco de médios-alas em Gaitán, Nolito, Bruno César e Rodrigo e há mais de segundos avançados. E isso comparado com Reyes, Salvio e Angel Di María nota-se.


Bem visto. Não escrevei sobre isso, mas de facto o meio-campo mais musculado funcionou bem. O Javi no mei, Matic um pouco mais à frente e Witsel próximo do ponta-de-lança. A posição 8 é a posiçõa natural de Matic. Ele tem visão de jogo, técninca média e pode arriscar mais com Javi a proteger eventuais perdas de bola. A equipa para jogos de elevado risco deveria se calhar passar por aqui, por um 4-3-3, com Nolito e Gaitan a alas e o ponta-de-lança. Não sei onde caberia Aimar, mas poderia sempre entrar na 2.ª parte. Um dos problemas do Jesus, quem sabe o mais grave, é a falta de maleabilidade táctica.

deixado em 7/3/12 às 13:30
responder a comentário | início da discussão

tanta pieguice...

deixado em 7/3/12 às 11:02
responder a comentário

"O árbitro esteve à altura da partida, o que só prova que num mundo sem Proenças, Olegários e Xistras, ganha quase sempre a melhor equipa".
Por acaso não foi nenhum destes que apitou o jogo do Benfica em Barcelos? Ah, espera, foi o João Ferreira, não foi? Pois...
Então e o Bruno Alves? Foi assobiado por ser caceteiro, não foi? Já agora, e o João Pinto, quando lá foi jogar pelo Sporting, depois de ter sido dispensado pelo Benfica, também foi assobiado por ser caceteiro? E o Cristiano Ronaldo, quando lá jogou pelo Manchester United? Pois...
Eu sei que o futebol é um desporto de paixões, mas devia haver limites. Auto-limites, claro.

deixado em 7/3/12 às 13:59
responder a comentário

m&m
jamais me esquecerei do comportamento do bruno alves na final da taça da liga benfica/porto que ganhámos...

deixado em 7/3/12 às 15:10
responder a comentário | discussão

joaquim azevedo
O Porto nunca foi a nenhuma final da taça Lucílio. Vai este ano pela simples razão que a meia final vai decorrer no salão de festas da Luz e, portanto, prevê-se que o clube do colombo seja humilhado mais uma vez em casa.
Essa noite violenta do Bruno Alves foi na supertaça em que SLB ganhou por três zero. Na época seguinte, o Porto venceu por dois secos e o benfica acabou com 11 jogadores quando devia ter acabado para aí com uns sete, tal foi o desvario de violência. Não foi um "bruno", foi quase uma equipa completa de cabeça perdida a distribuir "pau" em tudo o que mexia. Lembra-se?


eu sei que o hábito de repetir muitas vezes uma mentira está entranhado na funcionamento da psique colectiva dos azuis e brancos, mas a verdade é que o comportamento selvagem do Bruno Alves e do Raul Meireles foi mesmo na final da Taça Lucílio Batista (que quando for conquistada por Porto ou Sporting recuperará de imediato a dignidade perdida e voltará a ser a Taça da Liga) que o Porto perdeu por 3-0 com a contribuição inesquecível do Sr. Somos Porto, um gajo que andava a carregar os sacos das bolas nos treinos e teve direito a ser porta-voz porque, pelos vistos, era o único que sabia ler.

deixado em 8/3/12 às 10:16
responder a comentário | início da discussão

bcardoso
É pena que seja sempre a clubite, a tolher o raciocínio e a memória a tanto adepto do futebol. A título de exemplo relembro aqui o saudoso caceteiro Petit, mais recentemente o Binya ou nos tempos que correm o exemplo nato de fair-play Javi Garcia. Atirar pedras quando se tem telhado de vidro não costuma correr bem...

deixado em 7/3/12 às 18:29
responder a comentário

Comentar post

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Muy grandioso

Futebol dos anos 80

Jogos que não se esquecem

1988: Benfica a preto-e-b...

Inferioridade numérica

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
20 comentários
19 comentários
16 comentários
16 comentários
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds