Quinta-feira, 26 de Abril de 2012
Ao cuidado da direcção do Benfica
por Nuno Gouveia, Qui 26/Abr/12

Nas meias finais participaram vários ex-jogadores do Benfica: Ramirez, David Luiz (este não jogou por lesão), Fábio Coentrão e Di Maria. Quatro que ainda há dois anos passeavam a sua classe pelos relvados portugueses. Se o Benfica tivesse aguentado estes jogadores, certamente teria ido mais longe nas competições em que participou. O actual Benfica, que tem conseguido efectuar algumas excelentes compras, tem servido como um mero entreposto de jogadores para os maiores clubes europeus, sem que disso tenha retirado grandes proveitos desportivos. Já se fala na venda de Gaitán, Witsel e Javi Garcia, entre outros. Tal como Ramirez, é bem possível que Witsel só esteja cá um ano. A pergunta que todos os benfiquistas devem fazer à direcção do clube é se é isto que queremos para o Benfica? Bem sei que é necessário vender jogadores por questões financeiras, mas pergunto se é mesmo preciso despachá-los à primeira oportunidade que aparece de um bom negócio? Já para não falar dos milhões de euros que se têm queimado em diversos jogadores que não dão nada. Exemplos? Vários, como o Luis Fernandez (2,5M), Enzo Perez (5,5M), Éder Luis (3,5M), Emerson (2,5M), Franco Jara (5,5M). Em apenas alguns que me recordo estão perto de 20 milhões de euros. Para a próxima época, espero que se venda apenas Gaitán (que apesar de excelente jogador é muito irregular), que tentem facturar algum dinheiro com muitos dos nossos excedentários e que contratem cirurgicamente os jogadores que o plantel realmente necessita. A começar por um lateral-esquerdo de jeito. A repetição do que tem sucedido só irá contribuir para perpetuar a má fase desportiva. 

gloriosamente escrito por Nuno Gouveia
link do post | chutar para golo
8 comentários:
sócio 157859
talvez possa inverter o texto e dizer que o facto desses jogadores virem do benfica valoriza o clube em vendas futuras. se é verdade que há muitas compras que apenas parecem servir a comissão de intermediários, não é menos verdade que os jogadores que aponta se destacaram nos respectivos campeonatos - exceptuando o fernandez, por sinal a compra mais barata das que refere.
convém não esquecer que a ausência de boas participações na liga dos campeões forçou os negócios, mas é igualmente conveniente lembrar que nenhum dos jogadores vendidos saiu à primeira proposta de compra, o que os valorizou em muito.

em suma, se podemos criticar a política de compras - pelo excesso de jogadores que não vingaram (o que é sempre um tiro no escuro) ou pela ausência de alternativas nos defesas laterais (apesar de tudo tínhamos o capdevila à esquerda e o amorim ou o miguel vítor à direita - e convém não esquecer que a saída do amorim foi o que foi e nem sequer houve grande contestação por parte dos adeptos) - a política de vendas parece menos atacável.

penso, em jeito de remate, que só há argumentos para questionar as vendas tendo em conta o final do período de transacções deste ano e por duas ou três razões que se devem interligar:
- o encaixe entre 20 a 30 milhões da liga dos campeões que poderá, inclusivamente, permitir que não se mexa em profundidade no plantel salvaguardando a entrada de laterais (convém não tornar o plantel demasiado extenso);
- a venda de gaitan e/ou cardozo, por exemplo, salvaguardando a entrada de jogadores de qualidade mas que permitam ao clube o lucro e as condições necessárias para a inscrição na UEFA nos anos seguintes;
- os negócios que poderão ser feitos com jogadores emprestados e a sua possível reintegração no plantel principal do benfica, tendo que se ter em conta, ainda, quais os jogadores que integrarão a equipa B e como será feita a gestão entre equipa principal e equipa B.

de resto, um abraço.

deixado em 27/4/12 às 15:30
responder a comentário

Rafael Ortega
"Nas meias finais participaram vários ex-jogadores do Benfica: Ramirez, David Luiz (este não jogou por lesão), Fábio Coentrão e Di Maria. Quatro que ainda há dois anos passeavam a sua classe pelos relvados portugueses. Se o Benfica tivesse aguentado estes jogadores(...)"

É impossível, por enquanto, segurar esses jogadores.

Os que são estrangeiros porque a única ideia que têm do Benfica é que joga nas competições da UEFA. Vêm para ganhar bem melhor que no seu país e para se mostrarem e conseguirem ir para um clube em que ganhem ainda melhor.

Outros, como o Coentrão por exemplo, são portugueses e conhecem o que é o Benfica, mas não são lá formados ou nem sequer são do Benfica (houve uma série de reportagens sobre o Coentrão, quando ele era uma promessa de 18 anos dos juniores do Rio Ave, em que ele dizia abertamente que era do sporting desde pequeno e que queria jogar lá).

Acredito que tanto num caso como no outro joguem o máximo (se forem bons profissionais), mas à primeira oportunidad€ raspam-se.

O Benfica só conseguirá manter os grandes jogadores se começar consistentemente a ir às fases decisivas da Liga dos Campeões. Ir aos quartos de final uma vez a cada 5 anos não chega para manter cá os melhores.

E convém não alienar os jogadores formados no clube ou, aqueles que não sendo formados cá, são do Benfica. Falo por exemplo do Nelson Oliveira ou do Miguel Vitor, que quase não são utilizados, do Ruben Amorim que foi mandado embora estupidamente, ou do Roderick Miranda ou David Simão que passam a vida emprestados. Se não se conseguir manter e incentivar os que têm ligação ao Benfica não se constrói o espírito de equipa necessário para que os outros fiquem.

deixado em 27/4/12 às 17:38
responder a comentário

infelizmente é a lei do mercado. Em relação a esse aspecto, mérito para Jesus que tem valorizado os jogadores. Também o FCP fica com os seus craques pouco tempo, só que as cláusulas de rescisão são tão assustadoras que poucos se aproximam.

No Benfica, as cláusulas são muito baixas e normalmente saem a preço de saldo. Fico triste se gaitan sair só por 25 milhoesf

deixado em 27/4/12 às 18:45
responder a comentário

Aquifolivm
É lógico que qualquer clube em Portugal tem de vender jogadores para fazer dinheiro. Mas de todos os jogadores que saíram nestes últimos três anos, só considero que houve um mau negócio.

Ramires. Vender o "queniano" por vinte milhões de euros por aquele portento de jogador? Mas também parece que o jogador já veio com a finalidade de só ficar um ano e receber a guia de marcha para Londres mas isso eu não consigo entender. Acho que Ramires com o potencial que Jesus criou nele, com a idade que tinha, já jogador do escrete, acho que no mínimo não deveria ter saído por menos de 35 milhões.

O Benfica tinha ali um diamante puro já lapidado e deixou-o fugir por tuta e meia.

deixado em 27/4/12 às 20:09
responder a comentário

Percebo as questões aqui colocadas: é necessário vender jogadores. Mas o que questiono é diferente: não será melhor política subir as cláusulas de rescisão, evitando desse modo que possam sair à primeira boa proposta? O Cardozo, que me parece ser o melhor avançado desde há muitos anos do Benfica, já terá tido algumas propostas, mas como tem uma cláusula de rescisão muito elevado (60 milhões) tem dificultado a sua saída. O objectivo será sempre manter os melhores jogadores no mínimo por 2/3 anos, e ir preparando alternativas.

deixado em 28/4/12 às 01:38
responder a comentário | discussão

Aquifolivm
Essa moda das cláusulas para mim é uma falsa questão. Quantos jogadores não saem sem que o comprador ofereça um valor inferior?
Nessa perspetiva não entendo a sua utilidade. Contrata-se um jogador por um determinado número de épocas, em qualquer altura esse jogador pode ser vendido, desde que logicamente a oferta seja irrecusável.

Agora neste particular das vendas acho que temos muito a aprender com Pinto da Costa. Nunca vende os jogadores cedo demais, cedendo à tentação de encaixar desde logo um valor razoável e vende-os depois quase sempre por um valor acima do valor de mercado.

Acho que sim, que o Benfica está a vender melhor, mas ainda pode melhorar muito nesse particular.

Dos três grandes o pior a vender é de longe o Sporting, basta ver como despacharam Figo por 2 milhões ou até Ronaldo por 15 milhões. Relembre-se que Figo foi depois vendido ao Barcelona por 60 milhões e Ronaldo por 92 milhões. Nem usufruiu dos jogadores no clube nem fez grande dinheiro.

Temos aqui nos nossos rivais o melhor e o pior exemplo. Mas para saber vender, antes também é preciso saber comprar, e continuo a bater na tecla de que é preciso sim ter bons olheiros como parece que temos, mas depois é preciso saber fazer as coisas para que as grandes aquisições não vão parar ao dragão como aconteceu com Falcão e James.

deixado em 28/4/12 às 08:51
responder a comentário | início da discussão

Luis
Essa do Enzo saiu-te pela culatra!!!

deixado em 23/2/14 às 14:31
responder a comentário | discussão

Ainda bem. Fico contente.

deixado em 18/3/14 às 00:18
responder a comentário | início da discussão

Comentar post

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Muy grandioso

Futebol dos anos 80

Jogos que não se esquecem

1988: Benfica a preto-e-b...

Inferioridade numérica

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
20 comentários
19 comentários
16 comentários
16 comentários
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds