Segunda-feira, 9 de Abril de 2012
Acabou
por Nuno Gouveia, Seg 09/Abr/12

Jorge Jesus tinha hoje a oportunidade de salvar a época, e ao mesmo tempo, salvar a sua carreira no Benfica, continuando na luta pelo título. Como tenho vindo a dizer (acompanhado por vários companheiros de blogue), este era um campeonato que o Benfica não podia perder. Pela equipa que tem à sua disposição (a melhor dos últimos anos, à excepção daquele manco que joga a lateral esquerdo) e pela vantagem que chegámos a ter sobre os nossos adversários. Com um misto de azar, algumas arbitragens manhosas, é verdade, mas também muita incompetência de Jesus, desperdiçámos a oportunidade de conquistar este campeonato. O jogo de hoje foi exemplo disso, com uma equipa cansada e a jogar mal contra um 5º classificado (agora 4º) que se esfarrapou todo para vencer (e com toda a justiça, diga-se). Jogámos com o Chelsea na quarta-feira? Eles jogaram na quinta na Ucrânia. Jesus é bom treinador, mas nestas três épocas já mostrou que não está à altura dos nossos pergaminhos. Com um plantel desta qualidade, jogam quase sempre os mesmos e a equipa chega à parte final da época estourada, apenas contando com a força anímica e muito coração para vencer jogos (ver Braga, por exemplo). Mas se isso funciona em alguns jogos, não chega para dar consistência. Jesus teve o mérito de colocar o Benfica a praticar bom futebol novamente, nomeadamente na Europa e em grande parte do campeonato. Mas nós somos o Benfica e um título em três anos não pode chegar. Não pode chegar. Que Vieira, que também tem cometido muitos erros (a começar pela misteriosa relação que mantém com o presidente do Braga), comece já a pensar num substituto. Bons treinadores não faltam. Em Portugal e na Europa. 

 

 

gloriosamente escrito por Nuno Gouveia
link do post | chutar para golo | ver comentários (6)
Terça-feira, 27 de Março de 2012
É importante que se diga
por Nuno Gouveia, Ter 27/Mar/12

Uma equipa que tem como titular indiscutível um jogador como o Emerson não merece disputar umas meias-finais da Liga dos Campeões. Hoje, mais uma vez, fez um jogo miserável, não conseguindo ganhar um lance na defesa. No golo, apesar da culpa recair sobretudo em Jardel, que devia ter feito falta, a jogada inicia-se com um Emerson apático a perder a bola e a correr ao lado do jogador do Chelsea. Pouco depois, em mais uma perdida vergonhosa, coloca a bola nos pés de um adversário, que só não deu golo porque não calhou. Jorge Jesus parece apostado em provar-nos que o ciclo está mesmo a chegar ao fim. Além da sua patética insistência no brasileiro, hoje conseguiu fazer duas substituições que não lembram ao diabo. A coisa é simples, caro treinador (que estimo): ou vences o campeonato, que já devia estar ganho, ou podes começar a procurar clube.  

gloriosamente escrito por Nuno Gouveia
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Temperança e evolução
por João Santana Lopes, Ter 27/Mar/12

Já quase tudo foi dito sobre o que vou escrever, mas os factos impulsionam-me para vincar aquilo que penso sobre o futebol do Glorioso.

O mês de Fevereiro foi fatídico. Tinhamos vantagem no campeonato. Perdemo-la. Tinhamos ambição e garra. Perdemo-la. Era fácil jogar e ver jogar. Também isso se perdeu. Razões para o que se passou? Muitas já foram apontadas mas eu avanço as minhas como adepto.

Uma equipa titular que não tem suplentes para algumas inconveniências (por exemplo, Bruno Alves e Rúben Amorim) que possam ocorrer, uma equipa titular que acha que as outras equipas não são tão competitivas como a nossa, e uma equipa técnica que persiste em não remodelar enquanto é tempo falhas naturais que vão surgindo, são motivos mais que suficientes para atrasar uma equipa de futebol perante as outras. Foi isso que se passou. O Benfica, infelizmente, não tem uma segunda equipa pela qual se possam ir revezando os jogadores naturalmente titulares. Veja-se o Nélson. Veja-se o Capdevilla. Veja-se o Miguel Vítor, o Jardel e o Saviola. Todos bom jogadores (uns mais que outros), mas que perdem qualidades porque não jogam tempo suficiente para ganhar ritmo. Aqui, Jorge Jesus tem muita responsabilidade e poderia ter feito de outra forma.

Outro ponto tem que ver restritamente com Jorge Jesus e com o facto de ser ou não o melhor treinador para o Benfica. É recorrente em Portugal achar-se que quando um treinador não consegue manter um determinado nível competitivo na sua equipa, esse treinador deve abandonar esse clube. Isto já eu estou farto de ouvir sobre Jesus, e não só nesta época desportiva. Ora, neste ponto, quero deixar bem frisado que sou contra qualquer modificação de equipas técnicas a meio da época e, pior, a meio de qualquer projecto desportivo. É contraproducente e não beneficia os clubes. No entanto, a cultura latina retira-me a maior parte das vezes a razão, e nesta é provável que também ma retire. Não estou a defender Jesus, porque não precisa. Estou a defender o Benfica (como qualquer um de nós).

Por último, para o que resta do ano desportivo, há que levantar a cabeça; tomar as melhores opções que no momento existirem; não menosprezar jogadores e colocá-los com confiança; e, sobretudo, ganhar jogos de forma sustentável (o que já é difícil).

 

Benfica, sempre. Carrega Benfica!

gloriosamente escrito por João Santana Lopes
link do post | chutar para golo
Segunda-feira, 26 de Março de 2012
O mote para o Chelsea
por Nuno Gouveia, Seg 26/Mar/12

O jogo mais importante desta semana é o de Sábado e não contra o Chelsea. Se a sorte nos tivesse acompanhado no sorteio, e não nos tivesse calhado pela frente, nas meias-finais, a melhor equipa da história do futebol, diria que a nossa obrigação era dar tudo para chegar à final. A nossa grandeza assim o exigiria. Mas essa grandeza também exige pés bem assentes no chão, e sabemos que a grande oportunidade para termos uma boa época é vencermos campeonato. É verdade que já poderíamos ter o título no bolso (não esquecer o trio de jogos Guimarães-Académica-porto, e a vergonha que foi o jogo de Olhão), mas também já estaríamos arredados se o porto não estivesse a jogar tão miseravelmente. A vitória no campeonato passa por derrotar o Braga, que nos colocará à frente deles. E depois é esperar pela queda do porto, que acontecerá de certeza. Por isso, espero que amanhã quando a equipa entrar em campo dê tudo para vencer o Chelsea, mas que tenha consciência que o jogo mais importante não é esse. De nada nos vale chegar às meias-finais da Liga dos Campeões se não conquistarmos o 33º título. Até porque para voltarmos a vencer na Europa precisamos primeiro de dominar internamente. Para a história de Jesus e para a carreira de alguns jogadores, até pode ser mais relevante uma meia-final. Mas para o grande Benfica, vencer títulos é tudo o que importa. Por isso, cuidado com as opções e pensem no campeonato. 

gloriosamente escrito por Nuno Gouveia
link do post | chutar para golo | ver comentários (2)
Sábado, 17 de Março de 2012
A noite de Cardozo
por Nuno Gouveia, Sab 17/Mar/12

Foto GloriosoFacebook

 

Nota prévia: não gostei da exibição do Benfica esta noite. Depois da derrota na luz há duas semanas pedi nove vitórias. E, sem brilho diga-se, já alcançámos duas delas. Venham as outras sete. Mas o Benfica tem obrigatoriamente de jogar mais para ser campeão. Não que o FC da Fruta tenha feito melhor. Bem pelo contrário, hoje jogaram pessimamente e apenas ganharam porque os avançados do Nacional pareciam que tinham receio em chutar com força. Tenho de admitir, no entanto, que nunca esperei que o clube da fruta perdesse pontos com o clube do amigo Rui Alves. Isso seria esperar um milagre. 

 

Em relação ao jogo propriamente dito, continuo a não acreditar que o Emerson é titular do Benfica. Com ele, até o Balboa parece jogador de futebol. Como é possível o grande Benfica ter um jogador tão medíocre? Temo o pior na próxima terça-feira e nos jogos contra o Chelsea, com este senhor em campo. Mas em abono da verdade jogámos o suficiente para vencer e até poderíamos ter marcado mais golos. Não pela nossa exibição, mas sim pela fragilidade deste Beira Mar, dando razão a todos os que são contra o alargamento da Liga. Gostei das exibições do Aimar (não sabe jogar mal), do sempre esforçado Witsel, que até a defesa-direito mostra serviço e do grande Cardozo. Cada vez mais me convenço que o paraguaio é o melhor ponta de lança do Benfica das últimas décadas. Ao mesmo nível só me recordo do Van Hooijdonk, mas este apenas cá esteve uma época. Renovem com o homem que ele merece. 

gloriosamente escrito por Nuno Gouveia
link do post | chutar para golo | ver comentários (5)
Terça-feira, 13 de Março de 2012
Reengenharia competitiva
por Sérgio Lavos, Ter 13/Mar/12

A decisão de alargamento a 18 clubes até poderia ser uma proposta a considerar. O que é absurdo é ter-se decidido, a meio do campeonato, que não haverá relegações. Qual o objectivo? A quem é que isto serve? Quais os clubes que votaram contra a realização de uma liguilha? E, acima de tudo, por que razão o Benfica não contestou esta decisão? Espero sinceramente que o absurdo não passe na FPF ou nas outras instâncias superiores a que os clubes que votaram contra irão recorrer. Caso contrário, mais suspeição pairará sobre este campeonato. É algo de que não precisamos.

Tags:
gloriosamente escrito por Sérgio Lavos
link do post | chutar para golo

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Acabou

É importante que se diga

Temperança e evolução

O mote para o Chelsea

A noite de Cardozo

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
6 comentários
5 comentários
2 comentários
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds