Terça-feira, 23 de Outubro de 2012
Uma análise de classe das eleições do Benfica
por Tiago Mota Saraiva, Ter 23/Out/12

Ao contrário do que tem sido habitual, nestas eleições do Benfica não se tem ouvido nomes de galáticas contratações associadas a esta ou aquela candidatura. Por mais que isso possa irritar os meus amigos de direita, até ao momento, a discussão tem-se centrado em questões de carácter político definindo, desta forma, o espectro de classe dos associados a quem se dirigem.

Rui Rangel ameaça com um plano de austeridade para o Benfica, pretendendo replicar a receita de "crescimento" que Passos e Gaspar aplicam ao país. Ao invés, ainda que com algumas hesitações e contradições políticas, Luís Filipe Vieira anuncia a diminuição das quotas e dos bilhetes para os jogos.

Sendo o espectro de classe a que Vieira se dirige cada vez mais amplo entre os fiéis do Benfica, fica a dúvida se ainda haverá muitos com a sua situação regularizada junto do clube de modo a que possam exercer o direito de voto.

Caso não fosse um desses fiéis sem direito de voto, o meu voto não hesitaria em escolher Luís Filipe Vieira.

gloriosamente escrito por Tiago Mota Saraiva
link do post | chutar para golo
Segunda-feira, 30 de Julho de 2012
Nélson Oliveira
por rms, Seg 30/Jul/12

 

Não há muito mais que possa dizer-se. Até já.

 

sinto-me:
gloriosamente escrito por rms
link do post | chutar para golo | ver comentários (4)
Quarta-feira, 30 de Maio de 2012
Sicília
por Sérgio Lavos, Qua 30/Mai/12

Luiz Filipe Scolari veio agora confirmar em entrevista o que toda a gente já sabia: que o padrinho do Norte é quem manda - e repito manda porque pouco ou nada parece ter mudado desde então - na selecção. O polvo tem os seus tentáculos por todo o lado, desde a Liga à Federação, passando pela arbitragem. O domínio de uma época não poderá ser fundado apenas no mérito desportivo - e ao longo dos anos, o FCP terá tido algum algumas vezes; passa pelo controlo total de todos poderes que vão além do talento de onze jogadores e de uma equipa técnica durante 90 minutos. A palavra de Pinto de Costa ter força para excluir da selecção o melhor guarda-português à epoca (Vítor Baía), é mais uma prova dessa influência. Claro que um cínico poderá dizer que este facto, por si só gravíssimo, se comparado com as conversas sobre árbitros, é um pormenor. Não é. Porque Scolari é dos poucos - muito, muito poucos - que acabaram por revelar o funcionamento dos bastidores do futebol português: um jogo viciado à partida, em que só não ganha o FCP quando as equipas adversárias são realmente extraordinárias, superlativas, ou o plantel e treinador do FCP demasiado medíocres. Acasos, portanto. E assim vamos cantando e rindo, com o nosso presidente Vieira - antigo sócio da agremiação do Norte - a tentar que os seus interesses se mantenham intocados enquanto conduz o barco por entre os escolhos do insucesso desportivo; o Benfica, esse, e quando tiver de ser, que se lixe.

gloriosamente escrito por Sérgio Lavos
link do post | chutar para golo | ver comentários (19)
Sábado, 5 de Maio de 2012
Vergonha
por rms, Sab 05/Mai/12

O jogo com a U. Leiria foi misável. Uma equipa composta por jogadores com salários em atraso e juniores a fazer frente a uma equipa de milhões. Alguém tem de ter mão no Benfica. E rapidamente.

O "zero gostos" não é por acaso.

Há que voltar a tomar o clube. Se for preciso sair Jesus, pois que saia. Eu já escolhi sucessores:

 

 

Às 22h44 do dia 5 de Maio de 2012, Vieira ainda não se demitiu. Ah, e não vou falar de voleibol...

sinto-me:
gloriosamente escrito por rms
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Terça-feira, 1 de Maio de 2012
Obviamente, demitam-se
por rms, Ter 01/Mai/12

Isto não é o Benfica.

 

Nota de Imprensa

 

“Um jornalismo infame” – Manuel Sérgio

 

O professor Manuel Sérgio reage com indignação à colocação hoje de uma entrevista a si atribuída no site zerozero.pt: “Não dei qualquer entrevista a esse site, contactaram-me, mas eu recusei-me a tecer qualquer tipo de declarações”. Manuel Sérgio refere, “isto é infame, são pessoas infames, ao que o jornalismo chegou, é uma pouca vergonha!”

 

Depois de ontem ter publicado uma pseudo notícia sobre um acordo de Jorge Jesus com o FC Porto, hoje, o mesmo site publica uma entrevista ficcionada com o professor Manuel Sérgio. Um site tablóide, sem carácter e sem vergonha, ao serviço de quem? Dentro de pouco tempo saberemos.

 

http://aovivo.slbenfica.pt/Noticias/DetalhedeNoticia/tabid/790/ArticleId/22547/language/pt-PT/-Um-jornalismo-infame-Manuel-Sergio.aspx

 

O comunicado deixou de estar online. Talvez pela resposta certeira do zerozero:

 

O Sport Lisboa e Benfica, através do site oficial, publicou uma nota de imprensa no qual o Prof. Manuel Sérgio admite ter sido contactado pelo zerozero.pt mas nega qualquer declaração ao nosso jornal.

Em virtude desse mesmo comunicado, o zerozero.pt confirma que esta segunda-feira à tarde teve uma agradável entrevista com o reputado Prof. Manuel Sérgio sobre a atual situação de Jorge Jesus no Sport Lisboa e Benfica, da qual agora colocamos o excerto de algumas declarações em formato áudio da mesma conversa.

 

Por incrível que pareça, às 00h20 do dia 1 de Maio de 2012, ainda ninguém se demitiu depois desta vergonha.

sinto-me: embasbacado
gloriosamente escrito por rms
link do post | chutar para golo | ver comentários (3)
Segunda-feira, 30 de Abril de 2012
Então e o Vieira?!
por rms, Seg 30/Abr/12

Já passou. Finalmente, acabou uma temporada em que há dez jornadas tínhamos cinco pontos de vantagem e acabámos a ser vergonhosamente relegados para um segundo lugar que vamos segurar à custa da quebra do Braga. O descalabro começou em Guimarães, num jogo que tive o lamentável privilégio de ver ao vivo. Apenas dois em campo: Aimar e Maxi. O resto foram vultos que se arrastavam depois do jogo com o Zenit.

 

Arbitragens à parte. Todos os anos há erros de arbitragens e não podemos desculpar-nos só com isso. Ao contrário de outros companheiros de blog, não crucifixo Jesus. Gosto dele como treinador e não me faz diferença que tenha dificuldades de expressão. Fosse isso todo o seu mal. Jesus percebe muito de futebol mas precisa de alguém que perceba do resto ao lado dele. Alguém que saiba o que é vencer e o que é o Benfica. A ideia que tenho de Jesus é que continua a planificar as temporadas como se estivesse num clube que luta pela permanência. Dá tudo e pede tudo até meio da segunda volta e depois, quando quer dar mais e pedir mais, não consegue. Para além da sua teimosia.

 

No entanto, continuo a achar que Jesus não tem culpa. A culpa está mais acima, naquele que afastou o homem que fazia a equipa perfeita com Jesus: Rui Costa. Não acredito que, com Rui Costa, Emerson tivesse, sequer, sido contratado. Não acredito que a gestão do plantel fosse feita da mesma forma. E estamos a falar de um campeonato com 16 equipas, não de um com 20, como acontece aqui ao lado. Se assim fosse, com jeitinho, ainda seríamos alcançados pelo Sporting.

 

Vieira não dá a cara há algum tempo, deixando a Jesus a cruz de aguentar-se à bronca. Rui Costa está protegido, talvez para ser presidente. Se assim for, tudo bem. Mas uma coisa é certa, a era de Vieira chegou ao fim. Ganhar Taças da Liga não basta, muito obrigado. Foi um prazer, vai e não voltes.

 

 

Para a posteridade, aqui fica:

 

 

sinto-me: fodido, sou tripeiro
gloriosamente escrito por rms
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Segunda-feira, 5 de Março de 2012
O árbitro faz parte do jogo
por Sérgio Lavos, Seg 05/Mar/12

 

Houve quem tenha achado que não faz sentido criticar a equipa do Benfica no jogo da passada sexta-feira e ao mesmo tempo achar que culpa da derrota foi do sr. Pedro Proença. Mas claro, quem defende esta posição é quem tende a excluir as arbitragens do mundo da bola. Mas eu já deixei de dar para esse peditório há muito.

 

Eu, antes de gostar de futebol, antes de saber porquê ou como é que se pode gostar de futebol, comecei a gostar do Benfica. Ser adepto do Benfica não é uma escolha racional nem uma lei universal - é um desígnio social. O adepto é condicionado a ser de determinado clube por ter crescido no ambiente que proporcionou essa condição. Somos do Benfica antes de pensarmos no que isso significa. A racionalização vem muito depois.

 

E essa racionalização inclui divagações como a "beleza do futebol" ou a "glória da conquista". Racionalmente, o Benfica tem isso tudo. Para quem nasceu em Portugal, o mais racional é ser benfiquista - décadas de domínio apenas coarctado pela ascensão da máfia portista, os melhores jogadores que actuaram em Portugal. Been there, done that. Continuamos a ter parte disso, e não tempos mais porque continua a haver ofertas que alguns árbitros e outros agentes desportivos não podem recusar. Seja como for, a paixão do adepto vai além desta racionalização.

 

Sou do Benfica não porque goste de ver jogar à bola - se não era capaz de ser, neste momento, adepto do Manchester City ou do Real Madrid (o Barcelona, como alguns sabem, faz nascer em mim um irreprimível bocejo) - mas porque faz parte da minha educação e do crescimento enquanto indivíduo. Por isso, não é possível para mim indissociar o papel da arbitragem no jogo. Eu até acho piada, como de resto qualquer comum mortal, à mão do deus Maradona contra a Inglaterra. Há golpes divinos maiores do que qualquer regra. Mas por favor não me obriguem a achar que as consistentes péssimas actuações dos árbitros se aproximam sequer desse momento único da história. Comparar tais fenómenos não só amesquinha a grandeza do acto de Maradona como eleva a mediocridade de Pedro Proença, Olegário e quejandos a alturas que eles nem em sonhos almejam alcançar.

 

Também há a outra questão, talvez a mais importante: o único clube condenado em Portugal por corrupção de árbitros foi o Futebol Clube do Porto. O padrinho Pinto da Costa também foi. Provou-se em tribunal que havia uma rede de dirigentes desportivos que conspiravam para beneficiar o FCP (e outras equipas) e que a cabeça do polvo era Pinto da Costa. Mas como a justiça em Portugal é uma fachada para proteger os mais ricos e poderosos, as condenações foram ridículas, inacreditáveis. Em Itália, a pátria do crime organizado, levaram a sério o caso "Calciocaos" que envolvia situações menos graves do que o caso "Apito Dourado" e os clubes investigados foram duramente condenados e os dirigentes desses clubes castigados de forma exemplar. Em Portugal, foi o que se viu. E Pinto da Costa continua por cá, impune e empáfio.

 

Numa modalidade em que resultados podem ser decididos por pormenores - ao contrário de outras, como o basquetebol, em que os pontos em disputa diluem a responsabilidade das equipas de arbitragem -, um erro grave pode decidir campeonatos. O erro grave, no jogo de sexta, não foi de Jorge Jesus. Nem foi apenas um erro. Foram vários, todos prejudicando o Benfica. O clube fez três jogos menos bons no campeonato e nos três foi prejudicado pelos árbitros, e nos três perdeu oito pontos. O FCP andou a época toda a jogar aos repelões, a praticar um futebol miserável, mas foi sendo ajudado em algumas partidas. E, na altura decisiva, lá estavam os amigos do costume para dar a estocada final. Há muito deixei de acreditar em coincidências. E, sinceramente, só estou a ver uma mudança neste estado de coisas quando Luís Filipe Vieira deixar de ser presidente - por qualquer insondável mistério, depois do roubo de sexta, no pasa nada para os lados da Luz. Porquê? É assim que ele defende os interesses do clube? Não. Há alturas em que não se pode ceder a interesses obscuros. Esta é uma delas. E Rui Costa, aquele que eu gostaria de ver na cadeira de presidente, não tem nada a dizer? Jorge Jesus pode até ser parte do problema, mas desconfio que a solução não está no seu afastamento. Até ao fim do campeonato, o Benfica tem de mudar. A ver vamos, como disse o fiscal-de-linha que validou o terceiro golo do Porto.

gloriosamente escrito por Sérgio Lavos
link do post | chutar para golo | ver comentários (5)
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012
Um treinador de futuro
por Nuno Gouveia, Ter 07/Fev/12

 

Não vi a entrevista de Luís Filipe Vieira. Mas já li que adiantou que Jorge Jesus vai continuar no Benfica. Depois de muitos erros à frente do Benfica (não esquecer que está no clube há uma década), Vieira parece ter encontrado o mote para dirigir o Glorioso. Apesar dos erros cometidos na época passada, Vieira aguentou Jorge Jesus quando já não eram poucos que pediam a sua substituição. Este ano voltou a oferecer-lhe todas as condições para voltar a ser campeão no Benfica. Ainda falta muito para esse objectivo se concretizar, mas esta época está a provar que Vieira fez bem em manter Jesus. Pela primeira vez desde o inicio da década de 90 o Benfica tem estabilidade, quer na direcção quer no banco. Mas também na equipa se encontra alguma estabilidade. Os grandes jogadores vão saindo (Di Maria, David Luiz, Ramires, Fábio Coentrão), outros vão entrando com tanta e mais qualidade, como o Garay, Gaitan, Witsel ou Rodrigo. Excepção para o lugar de defesa esquerdo, onde inacreditavelmente o Benfica não conseguiu reforçar-se à altura. E se no final da época algumas das estrelas forem vendidas (e é bom aprender com erros do passado e também de outros clubes, e deixá-los sair), acredito que Jesus já esteja a pensar em substitutos. Além de termos a melhor equipa do campeonato, jogamos de longe o melhor futebol. E isso é uma conquista de Jorge Jesus.  Este ano irá completar este ano a terceira época e por mim, independentemente do título conquistado, deverá ficar outros tantos no clube.

gloriosamente escrito por Nuno Gouveia
link do post | chutar para golo
diga qualquer coisa benfiquista
por João Amaro Correia, Ter 07/Fev/12

 Luís Filipe Vieira, RTP

 

 

Discurso redondo do costume, sem nada de relevante a comunicar ao planeta Benfica – da renegociação dos direitos televisivos à necessidade de armar uma equipa de envergadura europeia - mas, valha a verdade, sem a prosápia característica até há pouco tempo. Nem o recurso ao cossado discurso do ‘quando entrei no Bnenfica e hoje’.

Pode ser que a catástrofe do ano passado tenha servido.

Ou assessoria para a comunicação não esteja fazendo mau trabalho.

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Uma análise de classe das...

Nélson Oliveira

Sicília

Vergonha

Obviamente, demitam-se

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
19 comentários
4 comentários
1 comentário
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds