Domingo, 16 de Março de 2014
Este senhor não merece ser treinador do Benfica
por Filipe Boto Machado, Dom 16/Mar/14

Foi assim que, mais uma vez, este senhor envergonhou o Benfica. Podíamos estar todos a falar da grande exibição do Benfica em White Hart Line, mas é impossível não comentar e criticar a atitude vergonhosa de JJ após o 3º golo do Benfica na passada quinta-feira. É impossível aliás ter mais orgulho na exibição do que vergonha pela atitude que JJ teve, porque as vitórias e os títulos vão e vêm, mas a essência de um clube fica para sempre. E o Benfica não é isto!

Se já seriam desagradáveis os gestos em direcção ao banco do Tottenham, foi absolutamente inaceitável o comportamento que teve, em primeiro lugar, com Raúl José e, posterior e principalmente, com Shéu e Rui Costa. Não me venham com desculpas. Não me venham dizer que o que interessa é a grande exibição da equipa. Não me venham dizer que isto é perseguição ao JJ e que se fosse o Mourinho falar-se-ia de outro modo. No Benfica tem de se saber ganhar. No Benfica tem de haver respeito pelo adversário e principalmente pelas glórias passadas. JJ não é nada na história do Benfica! Não há títulos (que ele, como sabemos, nem sequer os ganha com grande frequência) que justifiquem as atitudes que teve na semana passada.

Anseio pelo dia que o veja longe do banco do Benfica. Quero um treinador que respeite o adversário, saiba ganhar e perder, respeite as antigas glórias do clube e coloque a instituição Benfica acima dele próprio. Já agora, até quero um treinador que ganhe muito mais do que ele tem ganho. Um derrotado que se ajoelhou no Dragão quando perdeu, teve agora a lata de crescer para cima de Sheú Han. Isto para mim é inaceitável. Há certas coisas que não troco por vitórias e algumas delas são carácter, respeito, grandeza na vitória e na derrota. Aliás, não pode ser de outro modo. Que lata teria eu para criticar o Porto se defendesse ou não criticasse uma verdadeira atitude à Porto?

Aqui fica o link com a análise de Pedro Ribeiro. Só posso dizer que concordo com tudo!

 

Tags:
gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (4)
Sábado, 7 de Dezembro de 2013
Breves sobre o Benfica-Arouca
por Filipe Boto Machado, Sab 07/Dez/13

- A escolha do Cortez para o onze titular só se pode dever ao ego do tamanho do Mundo do pior treinador de sempre do Benfica. Quis provar que o cepo era bom e acabou a substituí-lo ao intervalo.

- Quem levou uma ratada do tamanho do Mundo que obrigou Fejsa a cometer a falta que deu origem ao primeiro golo do Arouca? Uma pista: não é jogador de futebol, mas o JJ quer provar que sim. Quem respondeu Cortez acertou. Quem não respondeu vá às gravações automáticas do seu prestador de televisão e delicie-se com a capacidade do Cortez.

- Quinto ano como treinador do Benfica, quinto ano com derrotas contra recém-promovidos.

- Não fosse aquele penalti e nem um mísero ponto tínhamos conseguido contra o Arouca.

- Assisto todos os jogos à sportinguização do Benfica. O que se passa com o meu Glorioso? Os adeptos vão para casa conformados e resignados, criticando o árbitro e o Arouca por ter queimado tempo (foi o que ouvi no percurso do Estádio da Luz até ao carro). A sério que acham que o Arouca é que devia ter sido mais lesto no Estádio da Luz? Já pensaram o quão ridículo é culpar o árbitro quando sofremos dois golos em casa com o Arouca e jogámos tão pouco durante os 90 minutos?

- Funes Mori? Ivan Cavaleiro? Por favor, não o deixem fazer substituições e estaremos mais perto de vencer.

- Se a Liga em vez de o impedir de estar no banco 4 jogos o tem proibido de fazer o onze e as substituições até final do campeonato, não tenho dúvidas, o Benfica seria campeão.

- Ele já levou 5 do Porto; ele já desperdiçou duas vantagens de 4 e 5 pontos no campeonato; ele já levou 3 do Hapoel; ele já perdeu uma final contra o Guimarães; ele só ganhou uma vez ao Porto para o campeonato; ele só passou uma vez a fase de grupos da Liga dos Campeões; ele já foi eliminado da Taça de Portugal em casa pelo Porto com uma vantagem de dois golos; ele foi eliminado pelo Braga na meia final da Liga Europa. O que falta para completar esta humilhação? Perder um campeonato para os lagartos quando tem um plantel que custou 6 vezes mais (96M€ vs. 16M€)?

- Este não é o Benfica que conheço. Podemos perder, mas jamais conformarmo-nos com a derrota. Isso não é Benfica. Foi isso que sempre nos diferenciou.

- Na terça-feira lá estaremos novamente para garantir mais uma passagem à Liga Europa! "O Olympiakos de Antenas é muita forte".

Tags:
gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo
Quinta-feira, 7 de Novembro de 2013
Um caso de estudo
por Filipe Boto Machado, Qui 07/Nov/13

A permanência de JJ no cargo de treinador do Benfica devia ser um caso de estudo. Como é possível um treinador tão fraco manter-se na liderança de um clube grande durante tantos anos sem resultados convincentes e com sucessivos fracassos? Por muito menos, outros treinadores foram despedidos quando tinham plantéis absolutamente miseráveis.

Vejamos então um breve resumo porque os números e os factos são muito claros. Quatro campeonatos, um título, duas enormes enormes vantagens desperdiçadas e um campenato perdido com 19 pontos de diferença! Quatro participações na Taça de Portugal, zero títulos, uma única presença na final perdida para o poderoso Vitória de Guimarães e uma eliminação em casa na meia-final frente ao Porto depois de ter uma vantagem de dois golos da primeira mão. Quatro presenças na Liga dos Campeões e, confirmando-se a mais que provável eliminação deste ano, três eliminações na fase de grupos, duas delas em favor de Celtic e Olympiakos, bem como uma derrota incompreensível de 3-0 frente ao Hapoel Telavive. Três presenças na Liga Europa, uma final perdida frente ao Chelsea, uma eliminação nos quartos-final frente ao Liverpool com derrota por 4-1 e outra nas meias-finais frente ao Braga! Salva-se a Taça da Liga, onde em quatro anos, JJ somou três títulos.

Os resultados são francamente maus. O investimento foi elevado como nunca antes se havia visto. Este ano, o Benfica tem sem dúvida um dos melhores plantéis dos últimos 20 anos. Além do 11 titular, os suplentes e mesmo os não convocados têm imensa qualidade. Alguns dos não convocados eram titulares no Porto ou no Sporting. Até alguns emprestados são melhores que titulares do Benfica há cerca de 5 anos. Soluções para todos os gostos, mas mesmo assim os erros de casting e de estratégia sucedem-se. Andou a experimentar Enzo na direita até perceber que Matic e Fejsa eram não eram solução no meio; insiste em Cortez quando a prudência aconselha que este tipo nem treine com os miúdos da equipa B; joga com o Olympiakos como devia ter jogado com o PSG, pois ao fim de quatro anos ainda não entendeu como deve jogar em jogos de máxima exigência; joga em 4-2-4 em 80% dos jogos, algo nunca visto nas últimas duas décadas na Europa e que apenas funciona com equipas que se deixam dominar; as bolas paradas defensivas são frequentemente aproveitadas pelos adversários, pois o treinador não consegue posicionar a equipa devidamente na defesa destes lances; aposta em jogadores durante dois ou três jogos e depois esquece-se deles durante meses.

Justificações para os fracassos? O azar, o lateral esquerdo que não existia, o árbitro, o Roberto quando estava no Benfica, o Roberto quando está no Olympiakos, a chuva, o estado do relvado, o cansaço das muitas competições, a venda dos melhores jogadores, as lesões, o orçamento das grandes equipas, a bola na trave, etc. Já tivemos todas as desculpas para os sucessivos fracassos e o pior é que o pessoal parece acomodado e conformado, aceitando as desculpas e dando sucessivas novas oportunidades. "Não dá para mais", "podia ser pior", "já estivemos pior", "há que dar tempo", etc. Assiste-se à sportinguização do Benfica, um clube que sempre se destingui pelo inconformismo e que sempre desejou mais e melhor.

Numa recente conferência de imprensa ele disse que "sabe o que vale". Eu também sei. Não estamos é de acordo. Ele acha-se muito bom, um dos melhores. Para mim, ele não passa de um treinador medíocre. No entanto, infelizmente, ele é o treinador do Benfica e eu sou apenas um sócio e adepto de um clube enorme e que hoje parece entregue à vaidade e vontade deste tipo.

Tags:
gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (8)
Quinta-feira, 3 de Outubro de 2013
Até quando?
por Filipe Boto Machado, Qui 03/Out/13

O presidente quer a final e ele resigna-se em ser cilindrado pelo PSG e tentar lutar pelo 2º lugar com o poderoso Olympiakos. Coloca-se em bicos de pés porque é um dos treinadores convidados para os Fórum da UEFA (ainda não se deu conta que assim é porque treina o Benfica...) e faz elogios a si próprio quando chega longe numa competição europeia, mas quando chega a hora da verdade e perde, logo se resigna com a derrota, arranjando desculpas e colocando os seus jogadores a um nível muito inferior aos outros adversários. Esquece-se por exemplo que em três participações na Champions, foi eliminado na fase de grupos em duas delas (à custa de Celtic/Barcelona e Lyon/Schalke). Que mal fizeram os benfiquistas para merecerem este tipo à frente da equipa durante mais de quatro épocas? Esta é a verdadeira maldição de Bella Guttman.

Deram-lhe tudo, um plantel de fazer inveja a muitas equipas na Europa num investimento brutal que terá de ser pago um dia destes. Estamos no início de Outubro e não se vislumbra o mínimo de qualidade. Ontem, sofremos mais golos em lances de bola parada ao segundo poste e fomos destruídos tacticamente porque o catedrático só sabe jogar de uma forma (demorou 45 minutos para perceber que estava a perder o meio campo...). Nem uma ocasião de golo. Não fizemos sequer cócegas ao PSG. Pior que tudo, os jogadores, muitos deles de qualidade inegável, demonstram uma tremenda falta de atitude. Ninguém acredita naquele derrotado.

Com o campeonato a fugir (o próximo jogo será mesmo decisivo) e uma derrota humilhante na Champions (não pelos números mas pela fraquissíma exibição), não demonstramos qualidade de jogo nenhuma. No quinto ano consecutivo de JJ ao serviço do Benfica e com a manutenção de todo o onze base da temporada passada, o Benfica é o único candidato ao título em Portugal que ainda procura um nível mínimo de entrosamento.

Desculpa-se com os árbitros, a falta de orçamento (ridículo com aquilo que o Benfica lhe tem proporcionado), a falta de sorte ou a sobrecarga de jogos. Nunca é ele o culpado. Nunca assume uma derrota. Até quando vamos ter que aguentar este tipo como treinador do Benfica? O pior é saber que o próximo treinador não terá a mesma sorte. Depois de anos de investimento e nenhuns resultados não é difícil adivinhar que vem aí um período de desinvestimento. Nestes anos tivemos tudo para voltar a ser o Benfica do passado. Só nos faltou o treinador!

Tags:
gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (2)
Terça-feira, 1 de Outubro de 2013
Breves sobre o Benfica-Belenenses
por Filipe Boto Machado, Ter 01/Out/13

- Não jogámos nada de nada. Nem um bocadinho.

- Não é por o JJ dizer que é bom que de facto o é. Será que ninguém naquele clube percebe isso?

- O Cortez faz-me ter saudades do Emerson. O Escalona e o Pesaresi afinal não eram assim tão maus.

- O Fejsa e o Matic juntos não funcionam quando temos que assumir os jogos desde o primeiro minuto, mas o catedrático ainda não percebeu isso.

- O Matic é um "6" com grande capacidade ofensiva, mas um "8" com muito pouca criatividade.

- É impressão minha ou o JJ colocou o Cortez a titular em mais uma tentativa de provar a todos que ele é que sabe e pode transformar este perna-de-pau num bom jogador? Até onde vai o ego deste tipo?

- O Markovic precisa de passar uns jogos no banco. A (falta de) atitude demonstrada nos últimos três jogos é assustadora para um miúdo de 19 anos.

- O Tacuara continua a salvar-nos em todos os jogos. Já lá moram dois golos.

- O Cortez é lento, posiciona-se mal, não sabe centrar, é trapalhão e nem sequer é muito inteligente. De repente, parece-me que só sabe fazer tabelinhas...

- O Maxi calça chuteiras de chumbo?

- Sofremos o 50º golo de bola parada ao segundo poste nos últimos 4 anos e pouco. Este treinador é bom...

- Quem é que continua à espera de ver um cruzamento decente do Cortez? Esperem sentados...

- Decorridas 6 jornadas, o Benfica já perdeu 7 pontos, tem apenas 9 golos marcados e já lá vão 6 sofridos.

- Cinco pontos de desvantagem para o Porto e três para o Sporting. Se mandarmos o JJ embora ainda vamos a tempo de ganhar isto.

- O Cortez foi o melhor lateral esquerdo do Brasileirão 2011? A sério? Mas havia outro? E anda o nosso catedrático a passar madrugadas acordado para ver os jogos do Brasileirão...

Esta é a 5ª época de JJ no Benfica. Alguém nos rogou uma praga...

- E se o JJ for castigado por vários meses? Acho que o LFV não corre com ele por nada deste Mundo. Nem que o tipo apanhe pena perpétua. No entanto, gostava de ser o juiz que o vai julgar...

- O Cortez completou mais 90 minutos com o manto sagrado vestido. Definitivamente, alguém nos rogou uma praga.

Tags: ,
gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo
Quarta-feira, 4 de Setembro de 2013
Foi por dois minutos...
por Filipe Boto Machado, Qua 04/Set/13

Siqueira, é este o nome do lateral esquerdo que o Benfica inscreveu na Liga às 23h58m. Declarações do director desportivo do Granada permitem-nos saber que Siqueira chegou a estar a um pequeno passo do Real Madrid. Por falta de tempo, Coentrão não saiu do Real para o Manchester, Siqueira deixou de interessar ao Real e assim o Benfica teve a oportunidade de o contratar. Foi por muito pouco que o Benfica conseguiu a sua contratação. Foi por apenas 2 minutos que o Benfica o conseguiu inscrever na Liga.

Que interessa esta história? Hoje, ao ter conhecimento que Siqueira, ao contrário de Cortez, está na lista do Benfica para a Champions, percebi que Cortez, um dos jogadores com mais minutos desta pré-época, que arriscava ser a única opção do Benfica para a lateral esquerda, deixou de contar para JJ. Por dois minutos, o Benfica deixou de contar com um jogador. A parte boa é saber que Siqueira vem para ser titular e Cortez vai ser encostado (nunca o vi jogar, mas não é difícil ser melhor). A parte má é notar este extraordinário planeamento que fez com que Cortez, por uma feliz sequência de acontecimentos e a apenas dois minutos do fim do prazo de inscrições em Portugal, passasse de única opção, obrigatoriamente titular em todos os jogos da época, para não inscrito nas competições europeias e ,aparentemente, carta fora do baralho. Desta vez correu bem...

 

PS: O Benfica tem quatro laterais, Maxi, Sílvio, Cortez e Siqueira, três deles são emprestados. Porque gastamos tanto dinheiro em médios ofensivos e as laterais da defesa são ocupadas por jogadores emprestados? É uma simples decisão de construção do plantel ou trata-se de uma decisão de investimento em jogadores cujas posições tenham maior valorização no momento da venda?

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Terça-feira, 3 de Setembro de 2013
Fechou o mercado
por Filipe Boto Machado, Ter 03/Set/13

Fechou o mercado para entradas de novos jogadores. Restam Rússia, Turquia e Roménia como origem dos possíveis clubes compradores de algum dos nossos jogadores mais cobiçados. Até agora, não saiu nenhum dos jogadores mais importantes da temporada passada e entraram várias caras novas de qualidade. Investiu-se muito dinheiro e pouco ou nada entrou em troca. Estamos mais fortes, mas também mais endividados. O que não saiu este ano terá de sair no próximo. Não tem como ser de outro modo. No entanto, por enquanto, já que ninguém saiu devíamos aproveitar a overdose de talento que temos no plantel para, no mínimo, sermos campeões.

LFV fez um esforço muito significativo para dar a JJ todos os recursos. Entraram Markovic (10M€), Sulejmani (0€), Djuricic (6M€), Funes Mori (2M€+Mora), Fejsa (4M€), Cortez (emprestado), Sílvio (emprestado) e Siqueira (emprestado). Oblack e Ruben Amorim regressaram de um ano de empréstimo. Além disso, ainda gastámos dinheiro a contratar jogadores para emprestar: Pizzi (troca com Roberto), Fariña (2,5M€) e Lisandro (4M€). Finalmente, contratámos também para encostar: Mitrovic (1M€) não tem onde jogar e está a trabalhar com Carlos Martins (excelente renovação de contrato) e Yannick (grande contratação) na equipa B. Mais coisa menos coisa, o Benfica investiu ~30M€ e encaixou apenas ~8M€ com as vendas de Melgarejo e Nolito.

Desde que fomos campeões, este é o primeiro ano em que alguém convenceu JJ a ter dois jogadores em cada posição. Finalmente! Se Siqueira confirmar as boas referências, temos lateral esquerdo. Maxi na direita, Silvío nos dois lados servem perfeitamente para as encomendas. Cortez não serve para nada. No centro, uma grande dupla de centrais, Garay e Luisão, com alternativas uns bons furos abaixo, Jardel e Steven Vitória. O meio campo conta com os indiscutíveis Matic e Enzo, com a cobertura de Amorim, Fejsa, André Gomes e André Almeida. No meio ofensivo abundam as opções para JJ: a Salvio, Gaitán e Ola John, juntaram-se Markovic, Sulejmani e Djuricic. Na frente, a Lima, Cardozo e Rodrigo, juntou-se ainda, o desejado há mais de dois anos, Funes Mori.

Na minha opinião, temos, de longe, o melhor plantel em Portugal. Conseguimos fazer um onze titular muito bom e temos alternativas no banco que seriam titulares nos nossos adversários. Em Alvalade, por exemplo, Djuricic e Ola John ficaram fora dos convocados porque lá estavam Salvio, Gaitán, Markovic e Sulejmani para as suas posições. Djuricic e Ola John seriam provavelmente titulares nos nossos rivais. Eu, pelo menos, não os trocava por Licá, Varela, Josué, Carrillo, Capel ou Wilson Eduardo. E Urreta, que nem foi inscrito, que utilização teria em qualquer dos nossos rivais? Dá que pensar...

Perante isto, o que nos falta para sermos campeões? Na minha opinião, um treinador competente. Um bom treinador e não um que diz que é bom. Um treinador que não perca o meio campo nos jogos grandes, não viva das individualidades no plano ofensivo, seja capaz de ler o jogo no banco, jogue de acordo com os seus pontos fortes e com os pontos fracos do adversário. Por exemplo, ao contrário do Sporting, não fizemos nada disso no passado sábado. Enquanto que o Sporting explorou as costas dos nossos laterais, com André Martins a juntar-se a Carrillo para explorarem a presença de um "pino" chamado Cortez, nós nunca fomos capazes de explorar as constantes subidas de Jefferson ou Cédric. Perdemos completamente o meio campo, pois jogámos o tempo todo com duas unidades face a três/quatro unidades do Sporting. Vivemos de individualidades, do muito maior talento que temos no plantel. Tem sido por causa destes pormenores, na hora das decisões, que o Benfica tem perdido títulos.

Temos um plantel muito bom e o campeonato a sério ainda está para começar. Vamos esperar que o talento deste plantel suplante a incompetência do treinador e no fim possamos cantar vitória.

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Domingo, 18 de Agosto de 2013
É assim há quatro anos...
por Filipe Boto Machado, Dom 18/Ago/13

O Benfica sofre golo, jogo sim jogo sim. É assim há quatro anos. O Benfica defende mal o segundo poste nas bolas paradas. Que o digam Samaras, Ivanovic e muitos outros. É assim há quatro anos. O Benfica não sabe sair a jogar quando é pressionado. O Porto explorou este facto inúmeras vezes. O Benfica ganha 10/15 cantos por jogo, mas bate-os à maneira curta, preferindo colocar a bola na área através de lançamentos laterais. É assim há quatro anos. O Benfica não sabe controlar um jogo, apenas sabe atacar loucamente ou defender desesperadamente. É assim há quatro anos. Quando se encontra em desvantagem o catedrático joga em 3-1-6, sem ordem ou lógica. É assim há quatro anos. O Benfica não ganha na primeira jornada. É assim há quatro anos. Pizzi é emprestado, Ola John e Sulejmani ficam no banco, Urreta corre à volta do centro de estágio e Enzo volta a jogar na ala um ano depois da sua última aparição nesse lugar. Invenções do catedrático. É assim há quatro anos. O Benfica faz apostas incompreensíveis. Roberto por 8,5M€, Emerson em vez de Capdevilla, César Peixoto até à exaustão, ataca uma época com uma adaptação, Melgarejo, a lateral esquerdo, Roderick como opção do Benfica que não servia para o Deportivo, Cortez como defesa esquerdo, etc. É assim há quatro anos.

O Benfica perdeu justamente hoje. Quem joga como o Benfica jogou não merece melhor. Quem desperdiça cantos atrás de cantos, inventa posições para os jogadores e joga com Cortez a lateral esquerdo habilita-se a perder jogos. De resto, também não jogámos nada. No ano passado inventou com Melgarejo e perdeu dois pontos na primeira jornada fente ao Braga. Este ano decidiu inventar com Cortez e lá se foi um ponto. Estou farto de ver este tipo estragar tudo. Que mal fez o Benfica para ter de pagar 4M€/ano a um treinador destes durante 4 anos, já vai no 5º ano e podem ser 6? LVF já fez muitas coisas boas e fez algumas más. A pior de todas foi a renovação deste tipo no final da última época...

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo
Terça-feira, 13 de Agosto de 2013
Funes Mori
por Filipe Boto Machado, Ter 13/Ago/13

Funes Mori, parece que é este o substituto de Oscar Cardozo no plantel do Benfica. Para quem não sabe, Funes Mori foi o vencedor de um reality show de futebol nos EUA cujo prémio era a entrada para um clube da MLS. Foi desta forma que iniciou a sua carreira no Dallas.F.C. Segui-se o River Plate e algumas internacionalizações pelos sub-20 argentinos. Agora, segue-se o Benfica.

As primeiras notícias de interesse do Benfica em Funes Mori datam de Dezembro 2010. Nesta altura falava-se que Funes Mori viria para o Benfica numa parceria com um fundo de jogadores a cargo de Kia Jarobochian. Não veio, segundo as notícias da época, porque o River Plate não aceitou nenhuma das propostas feitas pelo Benfica/Kia Jarobochian. No entanto, o Benfica não terá perdido a oportunidade de contar com ele a troco de Rodrigo Mora e cerca de 2M€.

Funes Mori, 23 anos, tem 22 golos em 101 jogos pelo River Plate. Uma análise fria e objectiva destes números não me deixa muito entusiasmado. Funes Mori tem uma média de 0,22 golos/jogo, isto é precisa de quase 5 jogos para fazer 1 golo! O argentino admite que não foi feliz nos Milionários. Segundo ele, "faltou-lhe serenidade na hora da definição", pois a "exigência é muito grande no River Plate". Estará Funes Mori à espera de menos pressão no Benfica? Não sei se lhe disseram, mas, por razões que a razão desconhece, grandes goleadores já foram assobiados pelo exigente público a Luz. Um avançado que não marque golos não terá melhor sorte. Esperemos que, contra todas as expectativas, os nossos olheiros e JJ tenham razão e seja na Luz que Funes Mori encontre o caminho das balizas.


gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Segunda-feira, 12 de Agosto de 2013
Negócios estranhos...
por Filipe Boto Machado, Seg 12/Ago/13

Não dá para ficar indiferente. É impossível não ficar preocupado. O Benfica, nos últimos anos, tem sido responsável por negócios muito estranhos e que nos devem preocupar.

Comecemos por Roberto. Terceiro guarda-redes do Atlético Madrid, emprestado ao Saragoça, contratado pelo Benfica por 8,5M€ em 2010/11. Vários frangos depois, transformado no terceiro guarda-redes do Benfica, atrás de Artur e Eduardo, Roberto é vendido por 8,6M€ ao Saragoça, entretanto falido. Dois anos depois Roberto é novamente vendido pelo Benfica ao Atlético Madrid por 6M€. Nada de estranho?

Ainda no mesmo defeso da contratação de Roberto, Di María foi vendido por 25M€, mais objectivos, mas em troca recebemos Rodrigo e Alípio, segundo os jornais desportivos por 6M€ e 5M€ respectivamente. Rodrigo vale os 6M€ investidos, mas os 5M€ gastos em Alípio tiveram que objectivo? Porque recebemos este brinde? Para empolar os valores recebidos por Di María? Com que objectivo?

Este ano contratámos Pizzi por 6M€ por 50% do passe ao Atlético Madrid, espécie de troca pelos 100% do passe do Roberto. Nem chegou a ser apresentado no Estádio da Luz. Foi logo emprestado ao Espanyol. Depois foi Luis Fariña, médio contratado pelo Benfica, em parceria com a Gestifute, segundo os jornais por valores entre 2,5M€ e 3M€. Seguiu o mesmo caminho de Pizzi, foi emprestado, mas neste caso foi para Baniyas, clube do Dubai, onde não esperamos certamente valorizá-lo ou torná-lo mais preparado para o nosso campeonato. Uma e outra contratação tiveram que objectivo?

Pelo meio, contratámos vários jogadores que (quase) nunca vestiram o manto sagrado, tais como Mora, Michel, Nuno Coelho, Djaniny, Djaló ou Carole, que apenas passaram pelo Benfica para treinar à parte ou serem sucessivamente emprestados até às respectivas rescisões de contrato.  Mora foi agora trocado por Funes Mori (e parece que ainda pagámos mais uns milhões). Michel chegou, seguiu para Braga, foi devolvido, ficou meio ano a engordar e agora foi emprestado a um clube do Médio Oriente. Nuno Coelho foi emprestado, na primeira época, ao Beira-Mar, e na segunda, ao Aris. Nunca fez um jogo oficial e nos particulares jogou quase sempre como central. Nunca contou para Jorge Jesus. Djaniny, que nem um particular fez pelo Benfica, pouco jogou na temporada passada no Olhanense e esta temporada foi para o Nacional, clube amigo do Porto. Djaló espera nova colocação depois de uma época emprestado ao Toulouse. Tendo em conta o número de extremos e oportunidades que não teve no Benfica, parece que também nunca foi encarado como solução. Carole, lateral esquerdo, fez meia dúzia de jogos, foi emprestado há duas época ao Sedan, na temporada passada foi utilizado como central na equipa B e este ano rescindiu contrato. Custou 0,5M€ e nem sabemos se era bom.

Por fim, a equipa B para onde já foram contratados jogadores que não fizeram um único minuto. Ernesto Cornejo, ex-Barcelona B foi o exemplo mais evidente. Esteve um ano a treinar e não jogou um minuto que seja. Este ano fomos buscar dois irmãos de jogadores na equipa A, Filip Markovic e Uros Matic, como se o talento para o futebol fosse genético e hereditário...

O resultado desta política de aquisições é para já mais de 100 jogadores com contrato profissional e mesmo assim continuamos a ter plantéis desequilibrados, com falta de opções para algumas posições (no ano passado inventou-se um lateral esquerdo e abusou-se na disponibilidade de Matic) e excesso noutras (tivemos extremos para troca). Com mais de 100 jogadores com contrato profissional, ainda continuamos a pedir alguns jogadores emprestados (Cortez e Silvio). O resultado destes negócios em termos financeiros continua por descobrir. Sabemos que é crítico realizar vendas de muitos milhões todos os anos, mas, aparentemente, podemos esbanjar milhões em contratações e ordenados, que baixos ou elevados são pagos pelo Benfica. Aparentemente, há aqui qualquer coisa que não bate certo, mas posso ser eu que não estou a ter visão de negócio dos dirigentes do Benfica.

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (2)
Quinta-feira, 25 de Julho de 2013
Quem diria?
por Filipe Boto Machado, Qui 25/Jul/13

Quem diria que ainda detínhamos, pelo menos, uma percentagem do passe de um jogador que o Benfica comunicou ter vendido por 8,6M€? A confirmar-se, isto é muito grave...

 

Actualização: O Atlético Madrid comunicou que chegou a acordo com o Benfica para transferência de roberto, o mesmo que tinha sido transferido para o Saragoça por 8,6M€. Não se pode fechar os olhos a estas situações. Os dirigentes do Benfica mentiram à CMVM e enganaram os adeptos para não assumirem o tremendo falhanço que foi esta contratação. O Saragoça alinhou na jogada e o Atlético Madrid surge agora a resolver o problema, mas despacha o jogador para o Olympiakos. Ninguém consegue perceber exactamente o que se passou nesta história. A única coisa que qualquer um consegue perceber é que houve aqui muito dinheiro envolvido num guarda-redes fraco e simulações de transferências com fartura.

Tags: ,
gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (3)
Sexta-feira, 19 de Julho de 2013
Benfica TV, 80.000 assinantes
por Filipe Boto Machado, Sex 19/Jul/13

O Benfica comunicou ontem que já atingiu o número de 80.000 assinantes do seu canal de televisão. Em apenas 18 dias, ainda sem jogos oficiais transmitidos pelo canal do clube, atingimos uma marca bastante interessante. Precisamos de mais 120.000 para atingir os 200.000, número mínimo aceitável para não ficarmos a perder face a uma renovação com a Olivedesportos. Não ter renovado o contrato tem muitos outros benefícios que não devem ser ignorados, mas se a estas factores positivos pudermos juntar uma receita igual ou superior àquela que era proposta pela Olivedesportos (20 milhões de euros/época), então teremos todos os motivos para julgar esta aposta como ganha. Tinha dúvidas, principalmente devido ao contexto económico e à forte desilusão do final da época passada, mas começo a acreditar que pode ser possível ter, pelo menos, 200.000 assinantes. Devido aos obstáculos já referidos, a marca de 80.000 assinantes em 18 dias só nos demonstra a grandeza do Glorioso e paixão dos seus adeptos.

 

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (3)
Segunda-feira, 3 de Junho de 2013
Campeões Europeus de Hóquei em Patins
por Filipe Boto Machado, Seg 03/Jun/13

Muitos parabéns aos jogadores, a Luís Sénica e a todos aqueles que trabalharam na retaguarda para tornar este sonho possível! A nossa história faz-se de momentos como estes. Vitórias de superação e alma benfiquista. Foram ao pavilhão do adversário trazer o título de campeões europeus para o novo museu Cosme Damião. Uma vitória à Benfica!

 

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Segunda-feira, 27 de Maio de 2013
O abutre do costume
por Filipe Boto Machado, Seg 27/Mai/13

Lá está este infeliz a tentar a sorte dele novamente. Lá por estarmos mal, não quer dizer que aceitemos a primeira saída que nos oferecem. Este não me engana. Espero que não engane muitos, pelo menos não os suficientes para o ver no meu Benfica novamente. De gente desta apenas quero distância do meu SLB.

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (3)
Domingo, 26 de Maio de 2013
Quando é que isto terá fim?
por Filipe Boto Machado, Dom 26/Mai/13

Depois de mais uma derrota, mais um título perdido, mais uma final em que fomos derrotados, mais um jogo decisivo mal abordado, mais uma desilusão, mais uma humilhação.. acho que a única resposta que LFV deve dar é renovar, não por dois, três ou quatro anos, mas sim por cinco ou seis anos. Depois de um campeonato perdido, quando tinha quatro pontos de avanço e três jornadas por disputar, e derrotado numa final da Liga Europa, LFV disse que a dúvida era se a renovação era por dois ou quatro anos. Perante mais esta humilhação a dúvida só pode ser entre cinco ou seis anos, certo?

Agora mais a sério, quando é que este pesadelo tem fim? Como se pode ponderar renovar com este sujeito que, pago a peso de ouro, com um plantel fantástico, soluções abundantes e apoio ímpar junto da massa adepta, é capaz de perder e humilhar-nos todos os anos? Quando se fecha este ciclo? Quando vão perceber que não existem mais condições? Não é por ele dizer que é bom que de facto o é. No primeiro ano ganhou o campeonato na última jornada ao Braga. Na segunda época humilhou-nos ao levar 5-0 no Ladrão, perdeu uma meia-final da Taça em casa quando tinha vantagem de dois golos, deu um título aos andrades na Luz e foi despachado pelo Braga na Liga Europa. No terceiro ano perdeu cinco pontos de avanço em três jornadas consecutivas. Na  quarta temporada fez um pleno de humilhações: perdeu um campeonato com quatro ponto de avanço, tendo entregado o título aos andrades no Dragão aos 92 minutos; perdeu a final da Liga Europa novamente aos 92 minutos; perdeu a final da Taça de Portugal com os putos do Guimarães quando tinha chegado à vantagem sem nada jogar para isso. Ainda não chega? Em quatro anos, oito jogos com os andrades para o campeonato, uma vitória (no primeiro destes jogos), dois empates e cinco derrotas! Quantos treinadores se mantiveram ao leme do Benfica depois de três campeonatos perdidos de forma consecutiva desde que a competição existe em Portugal? Nenhum!

Uma palavra de apoio para Cardozo. Suspeito que lhe esperam dias de intensas críticas. Afinal de contas, Cardozo ousou questionar o catedrático das derrotas. Para mim, ele representou aqueles que têm sido obrigados a assistir a este triste espectáculo, chamando à razão o único elo comum de todas as derrotas e humilhações do Benfica nos últimos anos. De resto já não foi o primeiro. No final da Liga Europa, exaltado com JJ, Enzo apontava para a zona do segundo poste onde surgiu o golo do Chelsea. Sinais que não deveriam ser ignorados.

Quanto ao jogo de hoje, muito simples: ganhou o melhor treinador e a equipa que mais quis vencer a Taça. E como diz o catedrático, "não há muito mais a dizer"...


PS: Quando cheguei a casa e vi as imagens de um miúdo, equipado à Benfica, a chorar "desalmadamente" no Jamor questionei a mim próprio o seguinte: quantos miúdos teremos perdido como adeptos nesta temporada? Isso vale quantos milhões em transferências?

gloriosamente escrito por Filipe Boto Machado
link do post | chutar para golo | ver comentários (5)

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Muy grandioso

Futebol dos anos 80

Jogos que não se esquecem

1988: Benfica a preto-e-b...

Inferioridade numérica

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
20 comentários
19 comentários
16 comentários
16 comentários
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds