Terça-feira, 7 de Janeiro de 2014
Sport Lisboa Nostalgia e Esperança
por João Amaro Correia, Ter 07/Jan/14

 

 

O meu Eusébio não era meu. Era do meu pai. 
Nunca vi o Eusébio jogar, e toda a mitologia à volta do Pantera Negra me parecia um exagero saudosista, pois à época tinha à mão o Chalana, o Shéu, o Diamantino, o Veloso, o Bento, o Vítor Paneira, o João Pinto, o Rui Costa, duas finais europeias (perdidas) e muitas e consecutivas noites europeias de glória e de lágrimas - sim, já chorei pelo Benfica. 
Mas o meu Eusébio não era meu. Era o do meu pai, da vez que veio do Brasil a Portugal visitar a família e se pôs a caminho de Lisboa para ver o Rei ao vivo no Estádio da Luz, contra o Leixões, salvo erro, e, por azar, o Rei estava lesionado. Com uma das muitas mazelas que o joelho sofreu. 
O meu Eusébio não é meu. Provavelmente como muitos dos milhares de benfiquistas nascidos em 70 ou 80, é o Eusébio recebido das mãos dos pais. O Eusébio que aquecia algumas tardes de domingo, num país que nos dizem de apagada e vil tristeza. E o Eusébio não era um deus. Era ‘apenas’ um rapaz que expurgava por instantes a tristeza dessas casas. Não é a alegria sempre transitória?

Não é, com certeza, o futebol, a chama que o pai passa para o filho, no romance de Mccarthy. Mas pode muito bem o Eusébio ter sido uma faísca que nos aproximou um pouco mais uns dos outros.

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Quarta-feira, 31 de Julho de 2013
enquanto isso, em Ipanema:
por João Amaro Correia, Qua 31/Jul/13

fotografia de Jorge Emanuel Espinho
gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Sexta-feira, 28 de Setembro de 2012
Sport Machu Picchu e Benfica
por João Amaro Correia, Sex 28/Set/12

Mais uma noite de agradável futebol, com perfume dos Andes, oferecida pelos pupilos de Jorge Jesus.

E não é só o futebol que nos traz a fragrância latino-americana. 
gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Segunda-feira, 3 de Setembro de 2012
4-6
por João Amaro Correia, Seg 03/Set/12


Tudo tem um propósito. Afinal, os 3.458 extremos do plantel não são um excesso mas, pelo contrário, fazem parte da estratégia Vieira & cia. para revolucionar a bola contemporânea.

Contamos com o mister táctica para a reinvenção da bola num estupendo 4-0-6.
gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Segunda-feira, 2 de Julho de 2012
Bola, Euro - um contributo teológico
por João Amaro Correia, Seg 02/Jul/12

Escribía Chesterton que «aquellos países de Europa en los cuales todavía existe la influencia de los sacerdotes, son precisamente los países que todavía cantan y bailan al aire libre con arte y coloridas vestimentas. La doctrina y la disciplina católicas puede que sean murallas; pero son murallas que cercan un campo de juegos».

Se trata de un misterio teológico que podría dar argumento a mil sesudos ensayos; pero los hechos de la experiencia son más elocuentes que cualquier ensayo: allá donde la Reforma protestante triunfó, con la promesa de aliviar a los hombres de los cilicios y penitencias impuestos por la disciplina católica, los hombres dejaron de cantar y bailar; y allá donde la Reforma protestante fue derrotada los hombres siguieron cantando y bailando como si tal cosa. Se ha intentado de muy diversos modos «naturales» explicar esta paradoja; pero tales explicaciones resultan a la postre antinaturales, como ocurre siempre que se excluye el elemento sobrenatural. Y la mejor prueba de ello la tenemos en los propios países de tradición católica renqueante, en los que, sin cambiar las circunstancias naturales (clima, alimentación, etcétera), se ha ido infiltrando, a medida que se «protestantizaban», el gas venenoso de la infelicidad y la desesperación.

Un amigo loco me dice que, leída en clave teológica, esta «crisis económica» podría interpretarse como el último zarpazo de la Reforma protestante sobre los países que todavía cantan y bailan, a los que por despecho llaman PIGS; zarpazo de bestia moribunda y boqueante, mas no por ello menos lesivo y feroz. Según este amigo loco, todas las penalidades que a los llamados PIGS nos infligen los países de la Reforma tendrían su origen en un rencor de índole sobrenatural; pero ni toda su bilis acumulada de siglos bastará, a juicio de mi amigo, para que dejemos de cantar y bailar. Y como mi amigo loco -además de teólogo- es futbolero, me aventura esta hipótesis sobre la Eurocopa:

-Portugal venció a Holanda, refugio de la herejía calvinista; España tumbó a Francia, que vendió su primogenitura por un plato de lentejas revolucionarias; Italia dio boleto a la Pérfida Albión, nido del antipapismo; y vengó la derrota sufrida por Grecia (amadísima hermana, de la que sólo nos separa el Filioque) vapuleando a los fatuos alemanes, que inocularon el veneno luterano en la Cristiandad. En esta Eurocopa se demuestra que los PIGS jugamos mejor al fútbol, porque Dios está de nuestra parte...

-¡Curiosa y peregrina teoría! -lo interrumpo--. ¿Y que nos deparará entonces la final entre Italia y España?

Aquí mi amigo loco esboza un mohín atribulado y me devuelve la pregunta:

-¿Tú quién crees que reúne más méritos ante el cielo?

-Hombre... En España no hay pueblo ni aldea donde la devoción a la Virgen no tenga una advocación distintiva. España evangelizó el Nuevo Mundo e impulsó la Contrarreforma. Recordarás aquel apóstrofe de Menéndez Pelayo: «España, luz de Trento, martillo de herejes, cuna de San Ignacio...».

-Ya. Pero eso son glorias pretéritas, ensuciadas por el morbo laicista de los últimos siglos. Y, además... -aquí mi amigo hace una pausa compungida-, ellos tienen al Papa. Contra la primacía de Roma no valen glorias pretéritas.

Confiando que mi amigo se equivoque en su pronóstico para la final, me adhiero sin embargo su diagnóstico general: los PIGS jugamos mejor al fútbol, pues no en vano somos países que todavía cantan y bailan, por mucho que les joda a los hijos de la grandísima... Reforma.



Juan Manuel de Prada in Religión en Libertad

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Segunda-feira, 7 de Maio de 2012
his master voice
por João Amaro Correia, Seg 07/Mai/12

A acção pública de João Gabriel representa o que de mais vil e desprezível e infame circula pelo Benfica.

 Até quando esta gente, obstinada, sectária, invertebrada, mesquinha, subserviente, como voz (????) do Benfica?

Vieira pôs já em marcha a estratégia da vitimização e/ou afirmação «après moi, le delugue», como cortina de fumo diante do fracasso - não há como não dizê-lo - desportivo dos últimos 10 anos, como estratégia da não assumpção de responsabilidades nesse fracasso e  prossecução da narrativa maniqueísta  inspirada em Pinto da Costa (nós, os bons, os outros, os maus), para a manutenção do poder.

Se Pinto da Costa tem o Macaco, Viera tem o João Gabriel, como tropa de choque desta estratégia desesperada. E não é a barba de 3 dias cool ou o fato Armani que os distingue na barbárie.

Esta gente não pode representar o Benfica.

Esta gente não representa o Benfica.

 

 

 

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo | ver comentários (4)
Quarta-feira, 21 de Março de 2012
jardim das delícias
por João Amaro Correia, Qua 21/Mar/12

Benfica 3 - Porto 2, Jardim do Príncipe Real, Lisboa

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Quarta-feira, 7 de Março de 2012
nóis somos muito nóis#2
por João Amaro Correia, Qua 07/Mar/12
gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
nóis somos muito nóis
por João Amaro Correia, Qua 07/Mar/12
gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Sábado, 3 de Março de 2012
nada a acrescentar
por João Amaro Correia, Sab 03/Mar/12
gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Quinta-feira, 1 de Março de 2012
lampiões
por João Amaro Correia, Qui 01/Mar/12

 Show de Estrelas, Marcelo Jeneci, 2010

 

Era uma chuva era um show de estrelas
Show de estrelas a granel
Eram milhares de estrelas uma chuva delas
Caindo lá do chão do céu
E diante da visão do firmamento
Um pensamento vem ao coração
E que cada um de nós não é se não
Uma estrela a brilhar no céu do chão...

Vamos todos a brilhar, a brilhar
Somos como luas e sóis
A girar, a girar...

 

E a chuva não cessava a sucessão
De quem gosta do chão de céu
Era uma chuva de granizo entre estrelas em grãos
Chovia estrelas a granel
E diante da visão do firmamento
Na mente o sentimento se produz
De que cada um de nós não é se não 
Uma estrela, um ser de luz...

Vamos todos a brilhar, a brilhar
Somos seis milhões de faróis 
A girar, a girar...

Tal como luas e sóis
A brilhar, a brilhar
Somos seis milhões de faróis 
Todos nóis, todos nóis... 

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012

Jogou-se esta semana a primeira-mão das meias-finais do campeonato estadual do Rio de Janeiro, a Taça da Guanabara. A disputa entre o Flamengo e o Vasco da Gama rolava no Engenhão, casa emprestada do Flamengo, enquanto decorrem as obras no Maracanã para a Copa2014. O Fla abriu o marcador, o Vasco empata. E depois, Deivid. Com toda a escola – academia - do lado errado da Segunda Circular:

 

 

 

 

Para a Júlia, carioca, flamenguista, e benfiquista na diáspora.

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012
da vocação universal e universalista do Benfica#3
por João Amaro Correia, Seg 20/Fev/12
Benfica, Panda Bear, 2011

 

 

 

 

Panda Bear é o nome utilizado pelo músico experimental Noah Lennox, membro dos Animal Collective, Together e Jane. Escolheu este nome pois, quando era criança, costumava fazer K7 com 4 músicas e,na primeira que fez, desenhou um panda na caixa.

Nas actuações ao vivo dos Animal Collective, toca bateria e, juntamente com Avey Tare, foram os únicos membros da banda a participarem em todos os álbuns desde a sua fundação.

A carreira a solo começou com um álbum lançado em 1998 intitulado Panda Bear. Atualmente reside com a sua mulher e filha em Lisboa, Portugal. Nasceu a 17 de Julho de 1978 e estudou na Universidade de Boston.

 

fonte

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo
Sexta-feira, 17 de Fevereiro de 2012
Calendário#2
por João Amaro Correia, Sex 17/Fev/12

 

 

 

Para mais, Lourenço, quando essa gentinha prestes a ser eliminada oitavos de final da taça uefa, conta com bestas a soldo.

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo | ver comentários (1)
Quinta-feira, 16 de Fevereiro de 2012
da vocação universal e universalista do Benfica#2
por João Amaro Correia, Qui 16/Fev/12

Rua da Conceição, Lisboa

gloriosamente escrito por João Amaro Correia
link do post | chutar para golo

Os Gloriosos
Últ. comentários
Comigo foi aqui mais pertinho! Estavamos em Agosto...
Comigo, foi em Los Angeles. Pergunta habitual do m...
Há 28 anos, estava eu no metro em Budapeste quando...
Sou sócio do Benfica e o Benfica é a minha associa...
A fase "Rui Vitória" há-de ter melhores dias. Já t...
BLOGCOUNTER
Pesquisar
 
Posts recentes

Muy grandioso

Futebol dos anos 80

Jogos que não se esquecem

1988: Benfica a preto-e-b...

Inferioridade numérica

Arquivo

Setembro 2015

Agosto 2015

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Outubro 2008

Ligações
Mais comentados
20 comentários
19 comentários
16 comentários
16 comentários
Tags

a noite do oscar(1)

a um quinto do preço a que foi vendido o(1)

acidente(1)

adeptos(1)

aimar(3)

aimar; ópera; mozart; flauta mágica;(1)

alá é grande(1)

álvaro(1)

andrades(3)

andré almeida(1)

andré gomes(5)

aniversário(1)

anti-adepto(1)

antifa(1)

arbitragem(6)

assim se vê a grandeza do slb(1)

atletismo(2)

barcelona(1)

basquetebol(1)

benfica(56)

benfica tv(1)

benfica-porto(3)

benficácia(1)

bento(3)

bernardo silva(1)

biografia(1)

bloqueio(1)

bruno alves(1)

cada religião tem a sua catedral(19)

calimero(4)

campeão(2)

capdevila(2)

cardozo(7)

carlos manuel(2)

carrega(1)

carrega benfica(3)

carrega benfica; nós só queremos benfica(1)

carregabenfica(5)

chalana(2)

chalana e aimar(1)

chama imensa(1)

champions league(1)

chapa 4(1)

chorem menos(1)

classe(1)

clássico(1)

classico(1)

clube satélite(1)

confiança(1)

contratações(15)

corram mais(1)

corrupção(1)

cortez(1)

crime organizado(1)

cultura benfiquista(1)

d. eusébio(1)

djaló(2)

eleições(4)

eusébio(2)

fcporto(3)

fruta(6)

fruta e café com leite(5)

funes mori(2)

futebol(2)

futsal(7)

gaitan(5)

garay(2)

glorioso(9)

hóquei em patins(2)

ivan cavaleiro(3)

jj(7)

jorge jesus(23)

josé veiga(2)

lfv(6)

liga(6)

liga dos campeões(14)

luís filipe vieira(9)

luisão(2)

matic(3)

melgarejo(2)

mercado de transferências(3)

modalidades(3)

nelson oliveira(15)

olivedesportos(3)

pedro proença(3)

plantel(2)

portugal(2)

povo(2)

proença(3)

rangel(2)

razões para ser do benfica(5)

rodrigo(6)

rui costa(4)

selecção(2)

somos grandes(3)

sporting(10)

ucl(2)

ultras(4)

vai-te embora que não deixas saudades(5)

yannick djaló(2)

todas as tags

blogs SAPO
Subscrever feeds