Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

A minha bandeira

29.06.12, José Maria Barcia

 

A bandeira portuguesa é minha. É minha porque sou português e aceito que ela seja minha. É uma bandeira remendada, suja e pouco apresentável. O mastro em que se sustem, já torto, pouco mais se vai aguentando.

 

Mas a bandeira é minha. É uma bandeira bonita. É uma bandeira com história. Teve pais, a nossa bandeira, avós e bisavós. É uma bandeira com orgulho. A bandeira não é só minha. De bom grado partilho a bandeira com quem a quiser agarrar.

 

A bandeira portuguesa emociona-me. Tem um hino atrás, tem tanto atrás que o peso é demasiado. Às vezes é difícil aguentar o peso do que nos persegue. E precede.

 

A bandeira portuguesa é minha, tanto como é nossa. Mas está manchada e esburacada. Foi bandeira que fez de capa para esconder, de toalha de mesa para proteger. Foi usada de todas as maneiras quando só uma seria aceitável: hasteada bem ao alto.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.