Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

Desilusão

07.10.12, Nuno Gouveia

Uma coisa é criticarmos a equipa em casa, no meio de amigos ou até em blogues. Outra bem diferente é estar no estádio, o jogo a correr mal, e contribuir para o nervosismo da equipa. Esta última não é aceitável, e espera-se dos adeptos no estádio um comportamento diferente. Se queremos ser campeões, a nossa função enquanto adeptos nos estádios, seja em casa ou fora, é estar ao lado da equipa a apoiá-la. 

 

O jogo de ontem foi uma enorme desilusão. Infelizmente, e isso não é novidade, os jogos após as competições europeias costumam ser penosos. Ontem, mesmo perante um Beira Mar que deve ser das piores equipas do campeonato, o golo sofrido logo no inicio condicionou o jogo, e fizemos, talvez, a pior exibição da época. Se pretendemos ser campeões, não poderemos fazer muito mais jogos deste calibre. Se tivéssemos pela frente uma equipa competente, ontem poderíamos facilmente ter tropeçado. Um aviso à equipa. 

 

Artur, depois de clamar por uma oportunidade na selecção brasileira, cometeu uma fífia gigantesca, que lhe devia ensinar uma lição: fale menos do Brasil e dos adeptos dos nossos rivais e concentre-se mais nos jogos. Não foi a falar que Artur conquistou o respeito e admiração de todos os benfiquistas. Maxi Pereira, que até estava a ter um inicio de época penoso, ontem marcou um grande golo e mostrou aos avançados como se faz. Rodrigo falhou um penálti (eu teria apostado em Lima, que no ano passado cumpriu e bem essa função no Braga), mas nunca desistiu e passou os minutos que esteve em campo a tentar marcar. Felizmente conseguiu. Uma nota para dois ausentes. Aimar, estando em condições, tem de jogar sempre. Depois queixem-se. Cardozo faz falta e espero que regresse rapidamente à equipa. 

4 comentários

Comentar post