Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

Sport Lisboa e Ipanema. A barraca do Benfica no Rio de Janeiro.

04.02.12, João Amaro Correia

 

 

 

Quem rola pelo calçadão de Ipanema pode ver a bandeira do Benfica desfraldada no areal, no conhecido e apregoado Posto 9, entre a Rua Vinicius de Moraes e a Farme de Amoedo. Fosse a praia carioca um bairro lisboeta e estaríamos no Chiado.

Em vez de miúdas descendo a Rua Garrett temos garotas de biquíni, em vez de pastelarias e lojas de cadeias internacionais, temos panteras negras - caipivodka black com fruta - e sportings no menu da barraca do Chico, que desde dezembro passou a ser também a barraca do Sport Lisboa e Benfica no Rio de Janeiro.
 
Encontro-me com os produtores desta ideia quando o Sol está a pique e as havaianas fervem na calçada. Diogo Anjos e João Viana Ruas descem comigo para o areal, cumprimentam Chico, o dono da barraca, e Diogo questiona um dos empregados: "Galo, você viu os vídeos do Benfica que postei no Face?"

Um guarda-sol montado e três cadeiras na sombra depois, Diogo e João, amigos há cinco anos e companheiros de negócios no Brasil, começam por pedir sportings. A explicação aparece no cardápio que Galo me entrega: "Sporting: garrafa de água, ou seja, não faz mal a ninguém."

É ali, naquele spot de Ipanema, que se encontram muitas vezes para falar de trabalho e definir agendas. Foi ali que surgiu a ideia para a barraca do Benfica, para negócios e até para novos desportos como o futegolfe - já lá iremos. Há entre eles a cumplicidade dos rapazes e o vigor dos empreendedores, uma apetência para o disparate se jogam conversa fora, mas também uma atenção constante às oportunidades que o Brasil oferece, em particular no mercado imobiliário. Os rapazes, como se diz aqui, estão ligados.

 

 

 

Hugo Gonçalves, Rio de Janeiro, in Dinheiro Vivo