Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

So far, so good...

22.01.13, Nuno Gouveia

Com a vitória de ontem terminámos a primeira metade da época e todos os benfiquistas podem estar satisfeitos. Estamos na liderança do campeonato, ainda não perdemos, somos claramente favoritos para vencer a Taça de Portugal e estamos na luta pela Liga Europa. Na Taça da Liga também estamos em prova e ainda não perdemos nas competições portugueses. Os únicos destaques negativos vão para a eliminação da Liga dos Campões, onde devíamos ter feito melhor, e o empate alcançado na Luz contra os andrades. Não fossem as desilusões das duas últimas épocas e haveria um clima de euforia em redor da equipa. Mas isso nem é negativo. Todos temos de perceber, incluindo os adeptos mas sobretudo os dirigentes, a equipa técnica e os jogadores, que ainda não ganhamos nada e só agora as maiores adversidades irão começar. A exemplo do que sucedeu ano passado, é de esperar que os senhores de negro ataquem em alturas cirúrgicas. Mas Jesus tem de nos provar que aprendeu com os erros. As suas equipas costumam chegar a Fevereiro/Março e dar o estouro fisicamente e até animicamente. Parece-me que a gestão deste ano tem sido melhor, não concentrando sempre tudo nos mesmos: Artur, Luisão, Garay, Jardel, Maxi Pereira, Luizinho, André Almeida, André Gomes, Enzo Perez, Matic, Nolito, Carlos Martins, Aimar, Carlos Martins, Ola John, Gaitán, Sálvio, Rodrigo, Cardozo e Lima todos têm tido e vão continuar a ter minutos de jogo. E ainda há Kardec e o Paulo Lopes. São vinte e dois jogadores, algo diferente do que estávamos habituados. Que ganhemos ao Braga no próximo fim de semana e iniciemos a segunda volta da melhor maneira.

 

PS: a confirmar-se, a manutenção do Aimar é a melhor notícia que podíamos ter. Porque será certamente importante para a conquista do título, mas também porque Aimar merece sair do Benfica campeão e ovacionado de pé por 65 mil pessoas. Ou centenas de milhar de pessoas nas ruas de Lisboa.