Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

No rumo certo

18.03.13, Nuno Gouveia

O futebol é algo que já nos habituou a imensas surpresas. E os dois últimos anos, foram pródigos em surpresas negativas. Há dois anos na parte final de época fomos eliminados nas meias-finais da Taça de Portugal e da Liga Europa, da forma que todos nos lembramos. Ano passado, com cinco pontos de avanço, cometemos a proeza negativa de perder essa vantagem e acabar a época novamente de rastos. Precisamente por este passado recente, é necessário não pensar que já está tudo ganho. Pelo contrário, é preciso humildade e manter a cabeça fria. Jorge Jesus hoje esteve muito bem na conferência de imprensa após a goleada ao Guimarães. Deixou de lado a postura arrogante que tantas vezes lhe vimos no passado, e teve um discurso assertivo, mas ciente que nada está ganho. Por outro lado, este ano a equipa não se arrasta pelos campos, e apesar de ter jogado dois jogos por semana durante os últimos meses, manteve-se no rumo das vitórias. Jesus parece ter aprendido com os erros do passado. Os dois próximos meses irão decidir se Jesus marca, realmente, uma era no Benfica, ou não. Pela minha parte não lhe peço muito: ser Campeão Nacional, vencedor da Taça de Portugal e, pelo menos, a Meia-Final da Liga Europa. É que um treinador que em 4 anos ganha 2 Títulos Nacionais, 3 Taças da Liga e 1 Taça de Portugal (e, a cereja em cima do bolo, a Liga Europa) é bem diferente daquele que conquista apenas 1 Título e 3 Taças da Liga. E depois sim, poderá aumentar ainda mais o (seu e nosso) palmarés ao serviço do Benfica.  

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.