Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

Amanhã vou à Luz

01.03.12, José Maria Barcia

O Clássico de amanhã marca o meu regresso aos jogos grandes. 

 

Amanhã, a entrar na Catedral, vou pensar que sou o 12º jogador. Vou saltar, gritar e abraçar. Vou queixar-me do homem do apito e dos adversários. Vou criticar os passes errados, a finta falhada e o golo que não foi. Mas amanhã, o Clássico vai ser mais que um jogo de futebol. Amanhã, não interessam as contas e as transferências nem o marketing ou a guerra clubísitca, os pontos e a História. Não, isso tudo amanhã pouco importa.. Vou mais longe, amanhã não interessa quem ganha. Se tiver que ganhar o FCP, que seja.

 

Peço apenas uma coisa aos 11 que entram, aos 7 que estão no banco prontos a entrar, à equipa técnica e, principalmente, a quem se senta, como eu, nas bancadas. Este texto é dedicado a nós. O público. Os adeptos. A nós que apoiamos o Benfica. Que escrevemos sobre o Benfica, que vamos a todos os jogos, sejam eles na Rússia ou aqui, em Lisboa.

 

Peço-vos, ou melhor, peço-nos. Deixem-me orgulhoso. Gritam até não terem voz e eles, lá em baixo, nas quatro linhas vão sentir o sacríficio. E vão correr mais.

 

Et pluribus unum meus caros. Amanhã, principalmente, vamos estar a uma voz. Emocionem-se com a voz da Catedral, a nossa voz. Que vos venham as lágrimas aos olhos quando o Benfica marcar e o estádio explodir em extâse.

 

Sem mais para dizer, encontramo-nos amanhã. Prontos para mais um jogo de futebol. Prontos para mais que um jogo de futebol.

3 comentários

Comentar post