Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

Desalinhado

03.03.12, Nuno Gouveia

Apetecia-me escrever logo após a derrota de ontem. Mas preferi aguardar algum tempo, para poder escrever com mais calma. E meus amigos, eu não sou dos que pensam que perdemos por causa do infeliz Pedro Proença. Na verdade, este árbitro, que dizem ser sócio do mesmo clube do que eu, fez uma arbitragem ao seu nível habitual, prejudicando o Benfica em lances cruciais. Mas prefiro centrar-me na nossa equipa. E nas nossas responsabilidades. Uma equipa que entra com um jogador medíocre como Emerson (quando temos um campeão do mundo que nem no banco se senta) nestes jogos entra sempre a perder por 1-0. O que aliás sucedeu devido a um erro de Emerson, que não soube acompanhar Hulk. No segundo golo, o Emerson foi, mais uma vez, patético na forma como se fez ao lance. O mesmo Emerson contribuiu ainda para a derrota quando levou um segundo cartão amarelo (este justíssimo, o primeiro foi risível). Esteve nos piores momentos do Benfica, sendo um dos principais responsáveis pela derrota. Mas o verdadeiro culpado é Jorge Jesus, que tem insistido nele desde o inicio da época. Mas Jesus tem cometido mais erros gravíssimos. Se uma equipa que tem cinco pontos de vantagem e perde oito pontos em três jogos, quando anteriormente estava a realizar uma época fantástica, a culpa só pode ser de quem a orienta. Porque se convenceu que o campeonato já estava ganho, que a sua equipa era imbatível e porque a humildade que até então a tinha caracterizado foi engolida pela soberba de Jesus. E o que se passa com Saviola, Jesus? Um jogador desta categoria que já não joga há imenso tempo? Foi riscado da mesma forma do que foi Capdevila é?

 

O que esperar pelo que resta da época? Eliminar o Zenit já na terça-feira, recuperar a humildade e o ânimo perdido nas últimas semanas e vencer os nove jogos que faltam do campeonato. Se perdermos este campeonato, a culpa só poderá ser assacada a Jorge Jesus e à liderança do Benfica. E como tal, exige-se mudanças a todos os níveis. E sim, sr. Vieira, isso também é dirigido a si. Uma década à frente do Benfica e apenas dois campeonatos? Isto não é o Sporting, meu senhor. Ganhe ou retire-se. 

5 comentários

Comentar post