Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Catedral da Luz

Catedral da Luz

Casca de banana azul

08.03.12, Filipe Afonso

O que eu acho:

 

O Benfica para ganhar qualquer campeonato ao Porto tem que jogar durante toda a época a 100%. Esta é a conclusão de um raciocínio que se foi formando ao longo das ultimas 3 épocas. Se repararmos, mal o Benfica baixou a guarda foi-lhe desferido um poderoso jab pelas diversas equipas de arbitragem e, indirectamente, pelo Porto. Ou seja, nas jornadas anteriores os murros eram desferido com potencia, no entanto não eram suficientes para nos enfraquecer porque atravé do jogo jogado conseguimos esquivar-nos. Quero com isto dizer, quando a qualidade do nosso futebol decaiu ligeiramente ( em Guimarães, em Coimbra e com o Porto) deixámos de ter capacidade para ultrapassar o penalty não marcado, o fora de jogo mal assinalado, o golo anulado... é necessário uma equipa forte, unida e a jogar muito bem para puder ganhar a corrida a Pinto da Costa. Por exemplo, no jogo com a Académica, se tivéssemos concretizado uma das muitas oportunidades de golo não poderia o arbitro prejudicar-nos,ou pelo menos não o faria com tanta facilidade. É a isto que apelo, superir os merdosos com bom futebol, não é fácil, mas já tivemos provas de que é possível época 2009/2010.

 

 Eu não sou daqueles que acredita que é só o Porto que rouba, mas sou daqueles que sabe que há quem roube mais e melhor. O porto recebeu este campeonato das mãos da equipa de arbitragem e das mãos do Benfica. Nós sabemos que mal mostremos uma fraqueza o adversário usará um meio de nos atingir, daqui decorrem duas opções: ou arranjamos meios de não sermos atingidos, tornando-nos num alvo mais difícil de acertar; ou de forma alguma poderemos fraquejar. Infelizmente fraquejamos e fomos atingidos. Parece-me que o Sr.Vieira andou muito preocupado com questões estruturais do Sport Lisboa e Benfica e deixou-se escorregar numa casca de banana azul. É fundamental, como disse Marinho Neves, exercer pressão sobre os diversos órgãos da liga e, principalmente, sobre o Conselho de arbitragem, não para corromper, mas para não sermos enganados.

 

É desagradável abordar questões tão conspurcadas ao invés de falar do que é mais importante, o Futebol, no entanto, parece-me essencial debatermos e ouvirmos diferentes opiniões pois trata-se, por mais que nos custe, da realidade do Futebol. 

1 comentário

Comentar post